05:10 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Linha Direta com Vladimir Putin

    Linha Direta com Vladimir Putin

    © Sputnik / Aleksei Druzhinin
    Mundo
    URL curta
    Linha Direta com Vladimir Putin (4)
    0 242
    Nos siga no

    Reveja na íntegra a 13ª Linha Direta com o presidente russo, Vladimir Putin, que respondeu às perguntas mais relevantes dos cidadãos da Rússia.

    Ordenar as mensagens
    • 03:59

      Termina a Linha Direta com Vladimir Putin

      A Linha Direta do presidente russo durou quatro horas.

    • 03:59

      Putin não quer se tornar secretário geral da ONU

      Vladimir Putin não quer se tornar secretário geral das Nações Unidas, disse o próprio presidente, terminando a Linha Direta com uma série de perguntas breves.

    • 03:57

      Perguntas breves para o presidente russo

      - Quer ser clonado?

      - Não! 

    • 03:43

      O líder russo já respondeu a quase 60 perguntas.

      Continue acompanhando!

    • 03:38

      Putin: Rússia não irá abdicar por completo de medicamentos estrangeiros, mas deve desenvolver a sua própria indústria farmacêutica

    • 03:34

      "Rússia precisa de um novo cosmódromo civil"

      “Construção do cosmódromo Vostochny: a Rússia, uma grande potência espacial, precisa de um novo cosmódromo civil, já que Baikonur fica no território de outro país [Cazaquistão]”.

    • 03:27

      Rússia pode criar estação espacial própria

      "Até 2023, nós vamos criar uma estação orbital própria. É um projeto de longo prazo, mas muito útil para nós - útil do ponto de vista econômico, porque a Estação Espacial Internacional (EEI) só permite ver 5% do território da Federação da Rússia. E a partir de uma estação nacional nós iremos ver, claro, todo o território do nosso imenso país", disse Vladimir Putin.

    • 03:12

      Mais de três milhões de perguntas enviadas durante três horas – um recorde absoluto em todas as linhas diretas do presidente!

      Linha Direta com Vladimir Putin
      © Sputnik / Mikhail Klimentiev
    • 03:01

      Putin: vir ou não a Moscou para comemorar Dia da Vitória é escolha individual de cada país

      "Esta [a viagem a Moscou para comemorar o Dia da Vitória] é uma escolha de cada político concreto, é uma escolha do país por ele representado. Há quem não queira vir, há quem receba instruções de Washington para não vir. [Washington] proíbe, mesmo se muitos querem [vir]. Portanto, é uma escolha e nós sempre iremos respeitar esta escolha", disse Putin.

      Em 9 de maio, o mundo comemora os 70 anos da Vitória na Segunda Guerra Mundial. Na praça Vermelha de Moscou haverá uma parada militar. Não obstante a data importante, os líderes de vários países que impuseram a "guerra das sanções" contra a Rússia, recusaram-se a participar da cerimônia.

    • 02:58

      Putin: não entrega de Mistrais não afeta defesa da Rússia

      O presidente está confiante que a França vai devolver o dinheiro pelos Mistrais. Moscou não vai exigir o pagamento da multa, disse Putin. Segundo o presidente, a Rússia assinou o contrato com a França para apoiá-la e reduzir o volume de trabalho de estaleiro.

      Mistral

      Rússia: França deverá devolver dinheiro do Mistral em qualquer caso

      A Rússia tomará uma decisão final sobre o porta-helicópteros Mistral até o final de abril, disse à agência russa RIA Novosti o presidente da Rosoboronexport, Anatoly Isaikin.
      Mostrar mais
    • 02:55

      Putin fala sobre o Estado Islâmico

      O Estado Islâmico primeiro apareceu no Iraque e depois expandiu-se. O Iraque tinha um líder não democrático, Saddam Hussein, mas não tinha terrorismo. 

      O chamado Estado Islâmico luta de maneira profissional e começou a atrair outros radicais. Sabemos que entre eles estão cidadãos da Rússia e naturais da Comunidade de Estados Independentes. Estamos dando os passos necessários. Nossos serviços de segurança trabalham nesta direção. Porém, há possibilidade que o EI apareça no território da Rússia.

      Sede do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) em Moscou

      FSB: Estado Islâmico tenta recrutar militantes no Norte do Cáucaso

      O Estado Islâmico tem tentado recrutar militantes no Norte do Cáucaso, segundo informou nesta sexta-feira (10) o primeiro vice-diretor do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB), Sergei Smirnov, depois de uma reunião do Conselho Regional de Estrutura Antiterrorista da Organização de Cooperação de Xangai em Tashkent, capital do Uzbequistão.
      Mostrar mais
    • 02:29

      Putin: nós não consideramos ninguém como nosso inimigo

      A Rússia não considera nenhum país como seu inimigo, declarou o presidente russo. Já os aliados principais são os BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul), a OTSC (Organização do Tratado de Segurança Coletiva), a OXC (Organização de Xangai de Cooperação).

      Rublos e yuans

      BRICS podem concretizar estratégia da parceria econômica na cúpula de 2015

      Segundo embaixador especial da chancelaria russa, o Ocidente continua pressionando o grupo.
      Mostrar mais
    • 02:27

      Putin: stalinismo e nazismo não são comparáveis

      Não adianta comparar o nazismo e o stalinismo como se fossem do mesmo tipo. Mesmo que o regime de Stalin tenha sido ruim, nunca teve o objetivo de eliminar povos inteiros, diz o presidente russo.

    • 02:20

      Respeito à Rússia é principal condição de boas relações com o Ocidente

      Não é a Rússia quem tenta piorar as relações com o Ocidente, frisou Vladimir Putin ao iniciar a terceira hora da Linha Direta.

      "Nós temos vontade de cooperar", sublinhou.

      No entanto, os EUA parecem não querer parceiros, mas sim vassalos. A Rússia não se revê em um sistema de relações internacionais deste cunho.

    • 02:11

      Não temos ambições imperialistas, diz Putin

      "Não temos aquelas ambições imperialistas das quais somos frequentemente acusados. A integração euroasiática é um processo normal, corrente", frisa o presidente russo. 

    • 02:03

      Putin afirma que não há tropas russas na Ucrânia, informação é confirmada pelo estado-maior ucraniano

    • 01:54

      Putin fala do assassinato do político Boris Nemtsov

      O presidente russo respondendo à pergunta sobre a morte do político da oposição russo Boris Nemtsov disse que é uma tragédia. Ao mesmo tempo, a polícia e o FSB trabalhou muito bem para deter os assassinos. O presidente confessou que estava em relações estreitas com Nemtsov, embora me tinha criticado frequentemente.  

      Político russo Boris Nemtsov

      Político russo Boris Nemtsov é assassinado em Moscou

      O político russo de oposição Boris Nemtsov foi assassinado a tiros no centro de Moscou nesta sexta-feira. A informação é da Interfax.
      Mostrar mais
    • 01:47

      Putin: Rússia nunca quis impor à Ucrânia um modo de agir

      A Rússia não escolhe os seus parceiros internacionais, afirmou o presidente russo. É preciso colaborar com os que temos.

    • 01:46

      "Poroshenko nunca me propôs ficar com Donbass", diz Putin

      Presidentes da Rússia, Vladimir Putin (esquerda), da Bielorrússia, Alexander Lukashenko (centro) e da Ucrânia, Pyotr Poroshenko (direita), durante conversações em Minsk

      Revista diz que Putin recusou oferta de Poroshenko de “ficar com o Donbass"

      A revista Forbes publicou que o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, teria oferecido diretamente ao presidente da Rússia, Vladimir Putin "ficar com o Donbass", mas que o chefe de Estado russo recusou-o e sugeriu que declarasse o território independente se a Ucrânia não precisa dele.
      Mostrar mais
    • 01:36

      "São as autoridades da Ucrânia que separam Donbass do seu país", diz Putin

      Putin: "Eu acho que as autoridades atuais da Ucrânia estão comentendo muitos erros, que irão acarretar resultados negativos. Parece que tal é a escolha do presidente e do governo [da Ucrânia]".

      O presidente russo lamentou o fato de Kiev não cumprir os Acordos de Minsk, o que resultou em vários casos repetidos de violação do cessar-fogo e violência. Houve uma chance de resolver a crise ucraniana por via política.

    • 01:34

      Putin: Nós não somos o maior fornecedor de armas para o Oriente Médio, os Estados Unidos entregam muito mais

    • 00:20

      Putin: "A Rússia não é o Irã"

      Putin: "A Rússia não é o Irã [voltando ao tema das sanções]. O nosso país é maior, a nossa economia é maior e mais diversificada". 

      Petróleo

      Mísseis russos em troca de petróleo iraniano

      A decisão russa de fornecer sistemas de mísseis S-300 ao Irã mostra a sua vontade de cooperar com o Irã no domínio da segurança. É claro que esta cooperação não agrada aos EUA, porque muda de forma radical os seus planos na área da defesa.
      Mostrar mais
    • 01:12

      Fornecimento de S-300 ao Irã não está na lista de sanções internacionais

      Quando fornecemos equipamento militar a um país de certa região, tomamos em conta a situação lá, especialmente quando se trata do Oriente Médio. O premiê israelense Netanyuahu manifestou preocupação sobre os fornecimentos do S-300 ao Irã, mas é o equipamento defensivo e por isso não ameaça o Israel.

      Vladimir Putin, presidente da Rússia, se encontra com Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel

      Putin a Netanyahu: mísseis S-300 do Irã não constituem ameaça

      Em conversa telefônica com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, enfatizou que os sistemas antiaéreos S-300 são inteiramente defensivos e não constituem ameaça a Israel ou a nenhum outro país do Oriente Médio.
      Mostrar mais
    • 01:09

      Pergunta de agricultor John

      Vladimir Putin fala com um agricultor chamado John, um inglês que se mudou para a Rússia 23 anos atrás. O presidente russo promete mais apoio ao setor leiteiro. 

    • 00:56

      Putin: "Fazemos o nosso melhor para lutar contra a importação ilegal"

      Presidente russo frisa a importância de luta contra a importação ilegal de produtos alimentícios da origem da UE. 

    • 00:50

      Putin: As pessoas podem sempre criticar o governo

    • 00:46

      Nível da dívida pública dos EUA é um sinal alarmante para toda a economia mundial, diz Putin

    • 00:34
    • 00:32

      Putin: Se mantivermos uma situação política interna estável, nada nos irá ameaçar.

    • 00:15

      As sanções antirrussas não serão levantadas em breve, opina Putin

      Segundo o presidente russo, é preciso aproveitar-se das sanções porque neste momento não podemos mudar a situação. O mercado agropecuário russo será autosuficiente. 

    • 00:12

      Putin destaca a situação demográfica positiva na Rússia

    • 00:07

      Não obstante a pressão externa, a Rússia registra certo crescimento econômico, diz o presidente aos jornalistas.

    • 00:00

      Vladimir Putin chegou ao local da Linha Direta, no centro de Moscou

    Ao vivo
    Linha Direta com Vladimir Putin
    +
    Tema:
    Linha Direta com Vladimir Putin (4)
    Tags:
    linha direta, Vladimir Putin, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar