06:14 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Bandeira da VenezuelaMinistra da Defesa venezuelana, Delcy Rodríguez

    Rússia e Brasil solidarizam-se com Venezuela

    © flickr.com/ Joseph Remedor © AFP 2017/ JUAN BARRETO
    1 / 2
    Mundo
    URL curta
    0 613184

    Em 19 de abril, nesta semana, o aniversário da Revolução de Abril se tornará Dia da solidariedade mundial com a Venezuela, informa o governo desse país. Caracas receberá delegações de vários países da região e do outro hemisfério.

    A Rússia estará entre outros países destacando a sua solidariedade com a Venezuela no 205º aniversário da Revolução de 19 de Abril de 1810, que é considerada como o primeiro passo à independência desse país.

    A delegação russa pode expressar a sua solidariedade à Venezuela, sujeita a sanções estadunidenses. Estas sanções foram caracterizadas como "ridículas" por parte da comunidade mundial.

    Outras delegações incluem, entre outras nações latino-americanas, a Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Cuba, Equador, Guatemala, México, Porto Rico, Trinidad y Tobago. Também Portugal, Espanha e França assistirão às celebrações, além da Rússia.

    O contexto internacional converte as celebrações deste ano em "um dia simbólico", segundo as palavras da secretária executiva do Fórum de São Paulo, Mónica Valente.

    Para a Venezuela, trata-se da necessidade de reafirmar a sua independência, como a de toda a América Latina. E a América Latina é solidária com ela.

    A região já expressou o seu firme apoio à Venezuela, pressionada pelas sanções estadunidenses. Os Estados Unidos ainda não revogaram o decreto presidencial que qualifica o país latino-americano como "ameaça ao Estado". No entanto, há 10 milhões de assinaturas de venezuelanos em um documento exigindo a revogação do decreto.

    Tags:
    Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik