16:46 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Participantes das negociações em Lausana

    Merkel: países devem retirar sanções contra o Irã em conjunto

    © AFP 2017/ BRENDAN SMIALOWSKI
    Mundo
    URL curta
    0 34945

    Enquanto a União Europeia e os EUA mantêm as sanções contra o Irã, a Rússia revogou as restrições sobre o fornecimento de sistemas de defesa a Teerã após o acordo alcançado sobre o programa nuclear iraniano.

    A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, considera que os países que adotaram sanções contra o Irã devem acordar em eliminar as restrições em conjunto. 

    “Eu peço que as sanções sejam retiradas em conjunto e o quanto antes”, disse líder alemã em resposta aos jornalistas sobre a decisão da Rússia de fornecer sistemas de mísseis S-300 ao Irã. Merkel acrescentou que o “sexteto" de mediadores internacionais (cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU mais Alemanha) e o Irã ainda têm muito trabalho para concluir a formulação do acordo. 

    O “sexteto” e o Irã pretendem finalizar o acordo sobre o programa nuclear até 30 de Junho. Para isso, a União Europeia suspenderá as sanções contra o Irã com a realização dos acordos. Os EUA também disseram que as sanções contra o Irã serão removidas com a implementação dos compromissos. Anteriormente, foi relatado que a próxima rodada de negociações entre as partes sobre o programa nuclear iraniano a nível de diretores políticos e especialistas acontecerá em 21 de abril, na Espanha.

    Enquanto a União Europeia e os EUA mantêm as sanções contra o Irã, a Rússia revogou as restrições sobre o fornecimento de sistemas de defesa a Teerã após o acordo alcançado sobre o programa nuclear iraniano.

    Na última segunda-feira, o serviço de imprensa do Kremlin informou que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, assinou um decreto suspendendo a proibição do fornecimento de sistemas de mísseis antiaéreos S-300 ao Irã. 

    O decreto revoga a proibição do deslocamento de sistemas de lançamento de mísseis S-300 no território da Federação da Rússia (inclusive por transporte aéreo), saída do território da Federação da Rússia à República Islâmica do Irã e também a transferência à República Islâmica do Irã fora dos limites da Federação da Rússia com o uso de naves marítimas e aéreas portando bandeira de Estado da Federação da Rússia. 

    O contrato para a exportação dos sistemas russos de defesa antiaérea foi originalmente assinado em 2007, mas em 2010 o então presidente Dmitry Medvedev suspendeu o acordo, cumprindo assim as sanções do Conselho de Segurança da ONU contra o Irã, impostas em meio às preocupações internacionais com o programa nuclear desenvolvido pela república islâmica.


    Mais:

    EUA: momento errado para a Rússia vender sistemas S-300 ao Irã
    Irã se empolga com a suspensão do embargo russo à venda de sistemas antiaéreos S-300
    Vários estados dos EUA vão manter sanções contra Irã apesar do acordo nuclear
    Rússia revoga suspensão de venda de S-300 ao Irã
    Tags:
    sanções, programa nuclear iraniano, Angela Merkel, Alemanha, Rússia, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik