11:54 18 Julho 2018
Ouvir Rádio
    EUA introduz tropas nas redes sociais russas

    EUA enviam tropas para as redes sociais russas

    © Sputnik /
    Mundo
    URL curta
    1151

    Os Estados Unidos criarão este ano um departamento de mídia digital (DIGIM), para "fazer frente à desinformação na esfera midiática russa", segundo o jornal Izvestia.

    No DIGIM trabalharão especialistas em redes sociais, realizando suas funções em plataformas midiáticas e redes sociais, particularmente no Facebook, Twitter, VKontakte e Odnoklassniki (redes sociais russas).

    A ideia do DIGIM é exposta detalhadamente em requerimento do Conselho Governamental de Radiodifusão (BBG), organização norte-americana, dirigido ao Congresso dos EUA.

    A BBG inclui a Radio Free Europe/ Radio Liberty, a Voz da América e outros canais midiáticos públicos dos EUA. O objetivo estatutário do BBG é divulgar a informação "nos países onde são escassos os meios independentes."

    Guerra da informação
    Guerra da informação

    No próximo ano fiscal, que começa em 1 de outubro de 2015, a BBG vai gastar 15,6 milhões de dólares para realizar o projeto que visa combater a "Rússia revanchista". Para a comparação, o combate ao grupo terrorista Estado Islâmico custa dois vezes menos –  6,1 milhões de dólares.

    Na solicitação de 160 páginas há um capítulo inteiro dedicado a Rússia ("Resistência à Rússia revanchista") no qual se fala das circunstâncias que obrigam a realizar a guerra de informação contra Moscou.

    O documento diz que a Rússia "pôs em marcha o mecanismo global da desinformação" para "implantar o caos mediante as teorias da conspiração e a mentira."

    A BBG afirma que o "Kremlin aproveita a liberdade da informação para difundir a desinformação, tergiversar, paralisar e criar uma realidade alternativa."

    Mais:

    Alemanha cria propaganda oficial antirrussa
    Tags:
    BBG, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik