11:54 18 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Eduardo Galeano, escritor uruguaio, faleceu nesta segunda-feira (13), aos 74 anos

    Morre o escritor uruguaio Eduardo Galeano, aos 74 anos

    © AFP 2018 / Pablo Porciuncula
    Mundo
    URL curta
    0 33

    Morreu nesta segunda-feira, aos 74 anos, o escritor uruguaio Eduardo Galeano, autor do famoso livro “As veias abertas da América Latina”, entre outras obras de destaque.

    Segundo o El País, Galeano faleceu em um hospital de Montevidéu, onde estava internado para tratar um câncer de pulmão, contra o qual vinha lutando desde 2007. 

    Através de um comunicado oficial, a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, lamentou profundamente o ocorrido, se referindo à morte do escritor como uma perda inestimável para toda a América Latina. 

    “Hoje é um dia triste para todos nós, latino-americanos. Morreu Eduardo Galeano, um dos mais importantes escritores do nosso continente. É uma grande perda para todos que lutamos por uma América Latina mais inclusiva, justa e solidária com os nossos povos”, diz um trecho da nota divulgada pela Presidência da República. 

    Em 2008, Galeano foi declarado Cidadão Ilustre do Mercosul, por sua contribuição "à cultura, à identidade latino-americana e à integração regional". No último sábado (11), durante seu discurso na 7° Cúpula das Américas, no Panamá, Dilma Rousseff citou palavras do escritor em defesa de uma América mais justa e inclusiva.


    Tags:
    "As veias abertas da América Latina", óbito, 7ª Cúpula das Américas, El País, Mercosul, Eduardo Galeano, Dilma Rousseff, Montevidéu, Uruguai, Brasil, América Latina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik