16:40 05 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 24
    Nos siga no

    Agora é oficial, Hillary Clinton declara sua candidatura nas eleições norte-americanas de 2016 através de anúncios por e-mail enviados por seu coordenador de campanha John Podesta.

    A ex-secretária de Estado é considerada a principal concorrente dentro do partido e á a primeira dos democratas a anunciar oficialmente suas intenções para a Casa Branca nas eleições presidenciais de 2016.

    Hillary Clinton
    © Sputnik / Mikhail Klimentiev
    Muitos disseram que esta segunda tentativa de Clinton a concorrer à presidência foi um dos mais conturbados casos para se manter segredo na política mundial, tendo sido marcada por meses de rumores e especulações que precederam o anúncio oficial.

    Por outro lado, Hillary tem se mantido discreta, preparando-se para a longa campanha que enfrentará.

    Alguns também criticaram Hillary por ter esperado tanto tempo para declarar sua candidatura, o que teria prejudicado estrategicamente a campanha democrata. Contudo, o único outro candidato a 2016 a anunciar foi Ted Cruz, um senador republicano do estado do Texas. Espera-se que muitos outros proeminentes republicanos entrem na disputa, mas o anúncio da candidatura de Hillary deve provavelmente impedir a maioria dos outros candidatos democratas em potencial de entrarem na disputa.

    Assim como em 2016, nas eleições de 2008 Hillary era vista como a favorita dos partido democrata à presidência, até o então pouco conhecido senador Barack Obama fazer seu anúncio surpresa.

    Mesmo que Hillary se torne a indicação do partido, os republicanos têm preparado o terreno para os ataques contra sua candidatura em diversas frentes, particularmente no que se refere à sua atuação enquanto secretária de Estado. A oposição já está atacando Hillary por conta do incidente de 2012 em Benghazi quando um embaixador dos EUA foi morto, bem como por seu uso do e-mail privado para conduzir assuntos oficiais de Estado.

    Tags:
    Hillary Clinton, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar