17:53 22 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Sergei Lavrov

    Lavrov: bombardeios aéreos no Iêmen não têm fundamentos legais

    © Sputnik/ Yevgeny Biyatov
    Mundo
    URL curta
    0 1041231

    A operação aérea liderada pela Arábia Saudita contra as posições dos rebeldes houthis no Iêmen não tem qualquer base legal, segundo afirmou o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

    Em entrevista exclusiva ao diretor-geral da agência internacional de notícias Rossiya Segodnya, Dmitry Kiselev, o chanceler disse nesta segunda-feira (6) que “por enquanto, [a operação liderada pelos árabes] não tem nenhum fundamento jurídico internacional”, e afirmou que a Rússia ficou “um pouco decepcionada, para dizer o mínimo, pelo fato de que a operação tenha sido lançada sem qualquer consulta no Conselho de Segurança [da ONU] ou via canais bilaterais".

    Lavrov disse que a Rússia valoriza suas relações com a Arábia Saudita e outros membros da coalizão internacional, mas criticou o fato de que a coligação só tenha pedido a autorização do Conselho de Segurança das Nações Unidas a posteriori.

    O Iêmen está passando por um violento conflito entre os houthis e as forças governamentais. Os rebeldes xiitas recentemente tomaram o controle da capital iemenita, Sanaa, forçando o presidente eleito Abd Rabbuh Mansur Hadi a fugir do país. Além disso, o grupo tem feito rápidos avanços em outras cidades e pontos estratégicos.

    Em março, uma coalizão liderada pela Arábia Saudita lançou uma operação militar contra as posições dos rebeldes no Iêmen, a pedido do presidente Hadi. Ao longo das últimas duas semanas, as hostilidades em curso já resultaram na morte de 519 pessoas, incluindo 90 crianças, segundo dados da ONU. 

    O número de mortos subiu vertiginosamente após o início dos bombardeios aéreos liderados pela Arábia Saudita. A escalada do conflito fez com que vários países retirassem seus cidadãos do Iêmen, incluindo a Rússia, a China, os Estados Unidos e a Índia.

    Na semana passada, Moscou apresentou um projeto de resolução ao Conselho de Segurança da ONU para conseguir uma pausa humanitária nos ataques aéreos. A proposta ainda será analisada.


    Mais:

    Lavrov: retirada de sanções vai permitir que Irã pague a dívida com Rosatom
    Coalizão liderada pela Arábia Saudita no Iêmen pede soldados para Paquistão
    Houthis no Iêmen estão prontos para diálogo se bombardeios terminarem
    Tags:
    exclusivo, Rossiya Segodnya, Abed Rabbo Mansour Hadi, Dmitry Kiselev, Sergei Lavrov, Iêmen, Arábia Saudita, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik