22:59 17 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Execução do Estado Islâmico por apedrejamento.

    Estado Islâmico executa casal por ato sexual antes do casamento

    The Mirror / Reprodução
    Mundo
    URL curta
    0 117816

    O Estado Islâmico promoveu mais uma de suas barbáries. O jornal britânico The Mirror publicou fotos da execução pública de um casal, em Mossul, na Síria, acusado de “fornicação”, ou seja, de ter relações sexuais antes do casamento.

    Os dois jovens de 20 anos aparecem em imagens divulgadas pelo grupo jihadista sendo apedrejados por 12 terroristas, um deles aparece no vídeo lendo o motivo pelo qual o homem e a mulher estavam sendo mortos.

    As vítimas, diante de uma multidão, são colocadas de joelhos e são executadas com pedradas. Seus corpos ensanguentados ficam expostos para a observação da população de Mossul, que está sob controle do Estado Islâmico.

    As barbáries do Estado Islâmico vêm se sucedendo e incluem, por exemplo, a decapitação de jornalistas estrangeiros e gays sendo atirados do alto de prédios.

    Tags:
    execução, apedrejamento, casal, Estado Islâmico, Mossul, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik