13:52 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Segundo piloto do avião A320, Andreas Lubitz

    Mídia: copiloto do avião caído na França tinha doença ocular

    © REUTERS/
    Mundo
    URL curta
    0 53411

    O copiloto de voo 4U9525 que caiu no sul da França, Andreas Lubitz, sofria da doença ocular, ele tinha descolamento de retina e as suas capacidades visuais estavam limitadas a 30%, relata o jornal de domingo Bild am Sonntag, citando suas próprias fontes da equipe de investigação.

    Segundo a publicação, não é claro que estágio da doença ele tinha e se isso poderia ter desencadeado problemas mentais.

    Mais cedo este domingo, 29 de março, os equipes de resgate disseram que encontraram os restos do corpo do copiloto no local do acidente.

    O procurador da cidade francesa de Marcel, Brice Robin, disse na quinta-feira (27) que as ações do copiloto podem ser considerados como intenção de destruir a aeronave. De acordo com Robin, nos primeiros 20 minutos de voo, ambos os pilotos estavam conversando normalmente.

    O avião A320 da empresa alemã Germanwings, que fazia o voo número 9525 de Barcelona (Espanha) a Dusseldorf (Alemanha), caiu na terça-feira (24) nos Alpes franceses. A queda durou 8 minutos, morreram 144 passageiros e seis membros da tripulação.

    Segundo a principal versão do acidente, o copiloto Andreas Lubitz tomou o controle total do avião, isolando o comandante de voo fora da cabine. O comandante, Patrick Sonderheimer, tentou abrir a porta com o machado de segurança, mas não conseguiu.

    Mais:

    Copiloto da Germanwings podia ter intenção de "destruir o avião"
    Avião A320 cai no sul da França
    Avião da Germanwings cai no sul da França com 150 pessoas a bordo
    Tags:
    vítimas, investigação, acidente, Germanwings, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik