11:38 25 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras dos EUA e da Rússia

    Mídia: Rússia ficará livre das sanções se ajudar os EUA no Oriente Médio

    © Sputnik/ Sergei Pyatakov
    Mundo
    URL curta
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)
    0 39611039

    A Rússia deve liderar a coalizão internacional na luta contra o Estado islâmico sob os auspícios da ONU, e, em seguida, as sanções ocidentais contra Moscou serão removidas, diz o jornal chinês South China Morning Post.

    A suspensão das sanções vai ajudar bancos e empresas russas a ter acesso flexível aos mercados de capitais de dívida, reabrirá a possibilidade de importar equipamentos de alta tecnologia, terá um efeito positivo sobre a estabilidade da moeda russa, limitará a saída de capitais e estimulará o crescimento econômico, sublinha o South China Morning Post.

    A publicação nota:

    “Uma poderosa coalizão, liderada pelas forças armadas russas e suportada por tecnologia norte-americana avançada, terá a maior chance de sucesso nesta operação. Recorde-se que a última vez em que Moscou e Washington estiveram unidos contra um inimigo comum, durante a II Guerra Mundial, o caso terminou em vitória”.

    A implementação deste cenário aparentemente inesperado vai elevar o rating internacional do presidente russo, Vladimir Putin, e Moscou irá restaurar o status de um membro do grupo de oito (G8), continua a edição chinesa.

    O grupo Estado Islâmico (EI), que segundo a CIA, tem cerca de 30 mil militantes, declarou o Califado nos territórios ocupados do Iraque e da Síria e pretende expandir ainda mais as suas aquisições. Várias agrupamentos na Líbia, no Egito, no Afeganistão e na Nigéria prestaram juramento ao EI.

    Ainda não existe uma frente unida de combate ao Estado Islâmico. As tropas das Forças Armadas e os curdos da Síria e do Iraque combatem os terroristas, bem como a coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos (eles realizam só ataques aéreos).

    Milhares de civis já morreram nos combates, muitos se tornaram refugiados e milhares foram sequestrados pelo Estado Islâmico.

    Na Rússia, as atividades do grupo Estado Islâmico são proibidas por uma decisão judicial.

    Tema:
    Guerra de sanções entre Rússia e Ocidente (179)

    Mais:

    Entrevista: Deputada do Bundestag critica sanções dos EUA contra a Rússia
    O futuro das sanções europeias contra a Rússia será decidido nos próximos meses
    Obama: aparecimento do EI é resultado das ações dos EUA no Oriente Médio
    Tags:
    sanções, Estado Islâmico, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik