11:45 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Sanaa, Yemen

    Explosões são ouvidas na capital do Iêmen após retomada da ofensiva da Arábia Saudita

    © Sputnik/ Faisal Al Shabibi
    Mundo
    URL curta
    0 101307

    Fortes explosões podem ser ouvidas na capital do Iêmen após retomada da ofensiva aérea da coalizão, liderada por Arábia Saudita, contra as posições antiaéreas em Sanaa, segundo informação do correspondente da RIA Novosti no local.

    Capital do Iêmen após bombardeios
    © REUTERS/ Khaled Abdullah
    A aviação da coalizão internacional intensificou os ataques aéreos na capital do Iêmen. O foco da ofensiva foram as posições antiaéreas do distrito Faj Atan. As explosões ouvidas na capital são as mais fortes, desde o início do conflito.    

    As fontes no exército informaram a agência russa de que as baterias antiaéreas estão respondendo aos ataques com intuito de “dissipar” os aviões. No entanto, as aeronaves retornam rapidamente para completar os ataques. 

    As fontes informam que Sa´dah, capital da região de Saada, no noroeste do Iêmen, também está sob forte ataque. A cidade é um dos centros do movimento houthi.    

    Na quarta-feira, a Arábia Saudita anunciou o início de uma operação militar contra os houthis, que atualmente controlam grande parte do território do Iêmen, incluindo a capital Sanaa. Bahrein, Catar e Egito participam da coalizão liderada pelos sauditas. Mais recentemente, foi anunciada a participação da Jordânia e do Sudão nas operações militares.

    As nações do Golfo afirmam que a campanha é uma resposta a um pedido do presidente do Iêmen, Abed Rabbo Mansour Hadi. Os militantes houthis forçaram o presidente Hadi a deixar o governo e renunciar no fim de janeiro. Hadi ficou em prisão domiciliar em Sanaa antes de fugir para Aben, em fevereiro, quando negou sua renúncia.

    Mais:

    Navios de guerra dos EUA estão prontos para atuar no Iêmen
    Capital do Iêmen após bombardeios
    Rússia critica intervenção militar externa no Iêmen
    Tags:
    intervenção militar, Houthis, Abed Rabbo Mansour Hadi, Sanaa, Iêmen, Egito, Arábia Saudita, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik