01:42 19 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Abd Rabbo Mansour Hadi em fevereiro de 2013

    Presidente do Iêmen permanece no país

    © AFP 2017/ MOHAMMED HUWAIS
    Mundo
    URL curta
    0 64381

    Uma fonte no governo do Iêmen informava à Sputnik Árabe que o presidente do país, Abd Rabbo Mansour Hadi, desapareceu, o seu paradeiro é desconhecido. Mas novas informações confirmam que o presidente está na cidade de Aden.

    Segundo as últimas informações que recebeu a Sputnik Árabe, o ministro das Relações Exteriores do Iêmen, Riyad Yasin, pediu que os países árabes intervenham para regularizar a situação no país.

    "Nós exigimos dos países árabes uma intervenção militar urgente na situação no Iêmen para evitar que o país se desliza completamente ao caos", disse Mansour.

    O chanceler iemenita desmentiu as especulações sobre possíveis negociações com o movimento Ansar Allah, composto pelos huthis, que estão se aproximando à cidade de Aden, onde está o presidente Abd Rabbo Mansour Hadi.

    Mais cedo, houve informações que o presidente Hadi teria fugido do país.

    Comunicava a agência Associated Press, citando fontes locais, que o presidente iemenita Abd Rabbo Mansour Hadi tinha abandonado a cidade de Aden em direção desconhecida. As fontes alegam que a fuga é devida ao avanço dos huthis à cidade.

    Já a AFP, se referindo ao serviço de proteção presidencial, comentava que Hadi tinha fugido do país em helicóptero, acompanhado por diplomatas da Arábia Saudita.

    Arábia Saudita é responsável por problemas iemenitas, diz especialista

    De acordo com o cientista político iraniano Sabah Zanganeh, que concedeu uma entrevista exclusiva à Sputnik Persian, a Arábia Saudita tem responsabilidade considerável pelos problemas políticos do Iêmen. O país vizinho enviava ajuda militar primeiro ao ex-presidente Ali Abdullah Salehm e recentemente instou o presidente atual a enviar tropas ao Sul do país. "A intervenção da Arábia Saudita nos assuntos internos do Iêmen só irá agravar os conflitos internos", afirmou o especialista.

    Tags:
    Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik