06:15 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Manifestantes se reúnem em frente a uma delegacia de New Haven depois de marcha em protesto contra violência policial

    Violência policial contra jovem negra gera nova onda de protestos nos EUA

    Twitter/Evan Lips
    Mundo
    URL curta
    135061

    Dezenas de pessoas participaram de uma marcha na noite de ontem, em Connecticut, para protestar contra o mais recente caso de violência policial contra cidadãos negros nos Estados Unidos, envolvendo uma menina de apenas 15 anos.

    No último dia 15, durante uma parada em comemoração ao Dia de São Patrício em New Haven, a polícia da cidade chocou a comunidade local ao utilizar de extrema brutalidade para interromper uma briga entre duas adolescentes. Um dos guardas que fazia a segurança do evento partiu com grande fúria para cima da jovem Teandrea Cornelius, jogando-a no chão e pressionando o seu rosto contra a neve e a lama acumuladas na sarjeta. 

    Segundo a mãe da menina, Valerie Boyd, depois da detenção, Teandrea precisou ser hospitalizada, com uma concussão, olhos inchados e um ombro fraturado. 

    “É uma vergonha nós termos policiais que adotam esse tipo de atitude contra uma criança”, disse Boyd. 

    A violenta ação foi registrada em um vídeo amador, que foi publicado no YouTube e visualizado por milhares de pessoas ao longo da semana. Uma parte da população local, indignada com o ocorrido, decidiu fazer uma grande passeata ontem, da casa de Teandrea Cornelius até a delegacia mais próxima.

    As autoridades, tentando justificar a violência do guarda branco contra a adolescente negra, disseram que a jovem estava armada com uma faca no momento em que foi detida.  E, de acordo com a justiça, ela terá que responder por posse ilegal de arma, assalto em terceiro grau e violação da paz. 

    A polícia de New Haven informou que o agente responsável pela prisão, Josh Smereczynsky, está sendo investigado. Mas, até os investigadores chegarem a uma decisão, ele continuará patrulhando normalmente. 

     

     

    Tags:
    violência, protesto, Dia de São Patrício, YouTube, Josh Smereczynsky, Teandrea Cornelius, Valerie Boyd, Connecticut, New Haven, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik