20:18 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Germanwings, Airbus A320, fevereiro de 2014

    Avião da Germanwings cai no sul da França com 150 pessoas a bordo

    © flickr.com/ Gerard van der Schaaf
    Mundo
    URL curta
    0 86521211

    O avião fazia o trajeto Barcelona-Dusseldorf e perdeu o contato com os operadores quando sobrevoava o departamento francês Alpes-de-Haute-Provence (Alpes da Alta Provença).

    A mídia local informa que os primeiros restos do avião Airbus A320, da companhia Germanwings, já foram descobertos perto do município La Barcelonnette. Não foram encontrados sobreviventes. Uma primeira caixa-preta já foi encontrada.

    O avião, com capacidade para 174 pessoas, fazia o trajeto de Barcelona (Espanha) a Dusseldorf (Alemanha) e transportava, segundo os últimos dados apurados, 144 passageiros e 6 membros da tripulação.

    O ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, foi para o local do acidente. O chefe do Conselho Geral do departamento de Alpes da Alta Provença, Gilbert Sauvant, disse que não há esperança de encontrar sobreviventes no acidente, porque o avião caiu em uma área montanhosa.

    O governo francês já confirmou a queda do avião.

    A Germanwings é uma empresa subsidiária da companhia aérea alemã Lufthansa. A empresa foi fundada em 1997.

    François Hollande declarou a intenção de se manter em contato com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o rei da Espanha sobre o avião caído. Ele também declarou que não há sobreviventes.

    Antes de cair, o avião enviou sinais de socorro.

    A bordo do avião seguiam principalmente cidadãos da Alemanha, divulga o canal de TV noticioso N24 com referência às forças de segurança da França.

    De acordo com os dados de bordo, antes do acidente o avião estava a baixar à velocidade de cerca de 3000-4000 pés por minuto. Segundo os especialistas, tal velocidade acontece quando o avião está a pousar.

    Segundo o portal Flightradar24, que permite seguir em tempo real o movimento dos aviões, o avião caído poderia ser um dos mais antigos A320, com o número de série 0147. Segundo o Flightradar24, o avião estava ao serviço desde 1990.

    A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse estar chocada com a queda do avião. Ela cancelou todas as reuniões e segue o desenvolvimento da situação, segundo informa o governo da Alemanha.

    Merkel já conversou com o presidente Hollande e com o premiê da Espanha, Mariano Rajoy.

    Foi publicada a primeira foto do suposto local do acidente.

    Acidente "é estranho", diz especialista

    Em um comentário à Sputnik, o especialista em aviação alemão Heinrich Grossbongardt sublinhou que o acidente é "estranho":

    "No momento, eu posso dizer que a coisa é estranha, porque voo de cruzeiro é a fase mais segura do voo. É a etapa que tem a menor possibilidade de acidente. Mas é difícil ainda falar algo relevante".

    Tags:
    acidente, avião, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik