07:38 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Israel and Palestine flags

    EUA pedem que Israel termine conflito com Estado palestino

    © AP Photo/
    Mundo
    URL curta
    0 37842

    A Casa Branca pediu nesta segunda-feira, 23 de março, que o governo de Israel reavalie a postura e termine o conflito com o Estado palestino.

    Em declarações na tarde desta segunda-feira, 23 de março, o chefe de gabinete da Casa Branca, Denis McDonough, pediu que o governo de Israel demonstre comprometimento com a solução pacífica para o conflito entre isralenses e palestinos, informou a Agência Brasil.

    “Os Estados Unidos estão gastando muita energia neste objetivo [paz entre os dois Estados]”, disse McDonough, horas depois de o primeiro-ministro isralense Benjamin Netanyahu ter pedido desculpas sobre comentários que havia feito contra as minorias árabes-israelenses e também depois de Israel ter boicotado uma reunião do Conselho de Segurança na Organização das Nações Unidas em Genebra, que discutiu a ofensiva isralense e a ocupação na Faixa de Gaza.

    “Já é hora de Israel terminar esta ocupação”, defendeu, referindo-se à ocupação isralense da Faixa de Gaza, que dura 50 anos. Nas declarações feitas à imprensa, o chefe de Gabinete disse que os Estados Unidos não podem ignorar os comentários de Netanyahu e pediu seriedade para com o tema.

    McDonough disse que a Casa Branca continua incomodada com os comentários feitos por Netanyahu na véspera da eleição em Israel, quando o premiê disse que não permitiria a criação de um Estado palestino enquanto estivesse no poder.

    “Não podemos simplesmente fingir que tais comentários nunca foram feitos”, acrescentou McDonough.  Netanyahu venceu a eleição de 17 de março em Israel e está trabalhando para formar uma nova coalizão de governo.

    McDonough é um dos principais auxiliares do presidente dos EUA, Barack Obama. Ele disse que os Estados Unidos eram contrários à construção de assentamentos judeus em território reivindicado pelos palestinos, questão de grande sensibilidade nas negociações de paz para o Oriente Médio.

    “Vamos continuar a nos opor às atividades de assentamento, pois isso prejudica os prospectos de paz”, afirmou. Ele frisou que o governo norte-americano não deixará de trabalhar por uma solução pacífica entre os dois Estados.

    McDonough destacou que os palestinianos deveriam ter “o direito de viver num Estado soberano e de se governar a eles próprios”.

    Tags:
    Denis McDonough, Barack Obama, Benjamin Netanyahu, Israel, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik