07:19 28 Abril 2017
Ouvir Rádio
    Homens-bomba se explodem em mesquita no Iêmen, matando dezenas de pessoas

    Especialistas: Al-Qaeda está por trás das explosões no Iêmen

    © REUTERS/ Khaled Abdullah
    Mundo
    URL curta
    0 23203

    As explosões em duas mesquitas na capital do Iêmen, Sana, foram organizadas por apoiantes da rede terrorista internacional Al-Qaeda contra o movimento xiita Ansar Allah, afirmam especialistas iemenitas.

    "Em resultado das explosões nas mesquitas Badr e Hashhoosh morreram mais que 70 pessoas, incluindo um dos líderes espirituais do movimento Ansar Allah, Murtada Muhatwari, e dois altos membros do grupo, Taha al-Madani e Taha al-Mutawaqi. Provavelmente isso é o trabalho de Al-Qaeda, é o estilo deles", disse à Sputnik a jornalista iemenita e ativista social, Fuad Musaad.

    Ela acrescentou que as explosões ocorreram na sexta-feira nas mesquitas lotadas, que são costumeiramente visitadas pelos apoiadores de Huthis.

    De acordo com um líder da Organização Nasserita do Iêmen, Abdullah al-Matari, a Al-Qaeda ameaçou Huthis pouco antes dos ataques. "A atmosfera está muito tensa na cidade. Os hospitais estão pedindo às pessoas para doarem sangue para as vítimas do ataque terrorista", disse.

    As fontes policiais e de saúde locais declararam à emissora Sputnik que há pelo menos 150 mortos e 345 feridos no atentado.

    O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelos atentados em mesquitas na capital do Iêmen, Sana.

    Tags:
    explosão, vítimas, terrorismo, Al-Qaeda, Iêmen
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik