13:53 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    MiG-29, IL-78 e Tu-95

    EUA tentam proibir cooperação militar entre Rússia e Vietnã

    © AFP 2017/ ANDREY SMIRNOV
    Mundo
    URL curta
    0 1162

    O chefe do comitê de Assuntos Internacionais do Conselho da Federação russo, Konstantin Kosachov, classifica como absurdas as exigências dos EUA ao Vietnã de impor a proibição sobre o uso por aviões russos da base Cam Ranh para reabastecimento.

     

    Segundo Kosachov, os EUA pedem ao Vietnã para não cooperar com a Rússia porque isto interfere com os interesses norte-americanos.

    “Os EUA acham perfeitamente normal ensinarem a outros como devem viver, e até esses mesmos devem gradualmente aceitar este fato: mesmo que não cumpram as exigências, desculpas e explicações devem ser dadas todo o tempo, em vez de instruções elementares e à inadmissibilidade e o absurdo de tais notações por parte de qualquer terceiro Estado, não importa o quão este Estado seja poderoso e influente, escreveu ele no seu blog.

    Como anteriormente noticiou o Ministério da Defesa russo, em 2014, o aeroporto Cam Ranh realmente foi usado pela primeira vez para o pouso das aeronaves IL-78, que ficaram como os aviões de reabastecimento aéreo para Tu-95MS, mas é claro, há nada de ilegal nessas ações nem do lado russo, nem do vietnamita.

    Mais cedo a representante do Departamento de Estado dos EUA Jen Psaki declarou que Washington pediu ao Vietnã para proibir à Rússia o uso da base de Cam Ranh para reabastecimento. Ao mesmo tempo, ela não explicou como a utilização de base pode levar ao aumento da tensão na região”.

    O jornal britânico Daily Mail anteriormente tinha divulgado, com referência ao comandante do Exército dos EUA no Pacífico, general Vincent Brooks, que os aviões russos realizaram vôos "provocativos", incluindo em torno da ilha de Guam, onde é localizada uma grande base aérea norte-americana.

     

    Tags:
    aviação, Vietnã, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik