08:07 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    O primeiro-ministro da Ucrânia Arseny Yatsenyuk chega para a reunião do Conselho de Segurança em Kiev 4 de novembro de 2014

    Premiê ucraniano: Ucrânia se encontra em situação de guerra com a Rússia

    © REUTERS/ Valentyn Ogirenko
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia: campo de batalha (286)
    0 017

    O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseniy Yatsenyuk, ao comentar o relatório sobre os cem dias no cargo de chefe de governo, declarou que a Ucrânia se encontra em uma situação de guerra com a Rússia e chama russos de "terroristas".

    Segundo ele, “nenhum dos parceiros ocidentais (da Ucrânia) acreditava oito meses atrás que a o exército ucraniano, que estava totalmente destruído com o regime de Yanukovich tendo apoio direto da Rússia, poderia resistir dezenas de milhares de terroristas e militares russos”. 

    E é justamente por esse motivo, de acordo com o primeiro-ministro, que a Ucrânia provou ser “digna de ser um Estado europeu”. 

    Não é a primeira vez que Yatsenyuk se dirige de maneira hostil em relação a Moscou. Uma das suas declarações mais polêmicas foi ao propor a instalação de armamento autônomo na fronteira com a Rússia.

    Desde abril de 2014, Kiev está realizando uma operação militar contra as forças independentistas no leste da Ucrânia, que não reconhecem a legitimidade das autoridades ucranianas que chegaram ao poder após o golpe de Estado ocorrido em fevereiro de 2014. Segundo os últimos dados da ONU, mais de 5.800 civis já foram vítimas deste conflito.

    Moscou, por sua vez, afirma veementemente que não interfere no conflito interno ucraniano, e está interessada em ver a Ucrânia superando a crise política e econômica o mais rápido possível. 

    Tema:
    Ucrânia: campo de batalha (286)

    Mais:

    Secretário-geral da OTAN diz que trégua na Ucrânia é "frágil"
    EUA aumentam sanções a indivíduos e instituições por conflito na Ucrânia
    Fox News: para salvar a Ucrânia é necessário "matar tantos russos quanto possível"
    Poroshenko aceita tropas estrangeiras na Ucrânia
    Tags:
    conflito, guerra, Arseni Yatsenyuk, Kiev, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik