03:43 22 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Ministério das Relações Exteriores da Rússia, em Moscou

    Rússia disposta a discutir novo acordo sobre armas convencionais na Europa

    © AP Photo/ Dmitry Lovetsky
    Mundo
    URL curta
    0 54581

    O Ministério russo das Relações Exteriores disse nesta quarta-feira (11) que Moscou está pronta para discutir um novo acordo para controlar as armas convencionais na Europa. A declaração é feita um dia depois da saída da Rússia da Comissão Conjunta de consultas para o Tratado sobre Forças Convencionais na Europa (FCE).

    De acordo com Mikhail Ulyanov, chefe do departamento da chancelaria russa para o controle de armas, Moscou está disposta a “considerar a possibilidade” e participar de “conversações relevantes” sobre um novo tratado que pudesse responder a “novas realidades”, que não fosse “muito custoso” e que levasse os interesses da Rússia em conta.

    Segundo o funcionário, o país, “em princípio”, admite que “o controle sobre as armas na Europa pode ser útil” e não deseja “atuar como coveiro desse regime".

    Ao mesmo tempo, Ulyanov observou que a Rússia não considera que a OTAN esteja disposta a discutir um novo acordo.

    Em 2007, Moscou suspendeu sua participação no Tratado FCE, mas continuou a participar do grupo de consultoria relacionado ao documento, que havia sido assinado pela União Soviética em 1990.

    O tratado, que limita cinco categorias de armamentos pesados (blindados, tanques, artilharia de grande calibre, aviões e helicópteros militares) em uma zona que se estende do Atlântico aos montes Urais, é visto como uma pedra angular da segurança europeia no cenário pós-Guerra Fria.

    A chamada Comissão Conjunta de consultas para o FCE, com sede em Viena, trata de questões relacionadas ao cumprimento do tratado.

    Moscou afirma que a participação da Rússia no grupo já não faz sentido, porque "os países da OTAN preferem ignorar as disposições do Tratado FCE, expandindo a Aliança".


    Mais:

    Chancelaria russa: Moscou tem o direito de instalar armas nucleares na Crimeia
    Rússia: instalação de armas no espaço violará estabilidade estratégica
    Pesquisa: fornecimento de armas pelos EUA à Ucrânia poderá levar a guerra mundial
    Tags:
    Tratado sobre Forças Convencionais na Europa, Ministerio das Relacoes Exteriores (Russia), União Europeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik