03:44 22 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Missão Especial de Monitoramento da OSCE na Ucrânia

    Missão da OSCE na Ucrânia recebe 20 veículos blindados da União Europeia

    © flickr.com/ OSCE Special Monitoring Mission to Ukraine
    Mundo
    URL curta
    0 27631

    A Missão Especial de Monitoramento da Ucrânia da Organização para Segurança e Cooperação da Europa (OSCE) recebeu nesta terça-feira, 10, da União Europeia 20 veículos blindados para serem usados em missões na Ucrânia.

    A cerimônia foi realizada em Kiev, na presença do Monitor-Chefe da Missão de Monitoramento da OSCE na Ucrânia, Ertugrul Apakan, do Embaixador da União Europeia na Ucrânia, Jan Tombinski, e o chefe da Missão Consultiva da União Europeia para o Setor de Reforma e Segurança Civil da Ucrânia, Kalman Mizsei.

    Tombinski afirmou que os veículos já haviam sido usados anteriormente em outras várias outras missões na Europa. Segundo ele, a União Europeia não está poupando esforços no apoio da Missão Especial de Monitoramento da OSCE na Ucrânia. 

    Já o Monitor-Chefe da missão da OSCE agradeceu à União Europeia pela contribuição e disse que estes veículos eram necessários para a missão cumprir suas obrigações. De acordo com ele, estes veículos provaram sua eficiência em termos de proteção dos observadores da OSCE e do pessoal local.

    Ertugrul Apakan ressaltou que todos os equipamentos especiais são apenas uma parte de um pacote que de planejamento que prevê uma formação especializada, sistemas de rastreamento de veículos via satélite, ferramentas de segurança pessoais, sistemas de comunicação em situações de emergência e instrumentos técnicos para avaliar a situação de segurança.

    Segundo os últimos dados da ONU, o número de mortos do conflito ucraniano ultrapassa o número de 5.800 pessoas.

    Desde 9 de janeiro deste ano, a intensidade dos bombardeios nas regiões que não reconhecem a legitimidade do governo que chegou ao poder na Ucrânia após a deposição do ex-presidente Victor Yanukovich aumentou significativamente. 

     

    Mais:

    Rússia e Ucrânia concordam em dobrar o número de observadores da OSCE em Donbass
    Observadores da OSCE confirmam retirada de armas pesadas em Donbass
    OSCE continua sem acesso a todas as regiões de Donbass
    Observadores da OSCE visitarão Debaltsevo em 22 de fevereiro
    OSCE: cessar-fogo na Ucrânia não pode começar imediatamente
    Tags:
    ONU, OSCE, Kiev, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik