22:13 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Alexis Tsipras, primeiro-ministro da Grécia

    Eurogrupo pede que Grécia acelere pacote de reformas

    © REUTERS/ Alkis Konstantinidis
    Mundo
    URL curta
    0 02

    Os ministros das Finanças da zona do euro pediram, nesta segunda-feira, que a Grécia acelere as negociações sobre seu pacote de reformas econômicas com os credores internacionais para poder receber mais ajuda financeira.

    As revisões significam controlar despesas para obter receitas aos cofres do Estado. Desde que o programa de resgate, no valor de 240 bilhões de euros, foi prorrogado por mais quatro meses em fevereiro, Atenas progrediu pouco na implementação de suas medidas políticas para poder receber a próxima parcela de ajuda.

    Sem dinheiro e com as receitas fiscais em queda, os ministros da zona do euro têm afirmado que o governo da Grécia corre o risco de ficar sem o dinheiro em algumas semanas.

    "As negociações precisam ser feitas muito rapidamente", disse o ministro das Finanças da Alemanha, Jeroen Dijsselbloem, que lidera o grupo de ministros da zona do euro. "Estamos perdendo tempo", acrescentou.

    Alguns ministros têm sugerido que Atenas pode ter acesso a parte do programa de resgate, se adotar algumas das medidas do pacote de reformas. Isto está sendo discutido com a zona do euro e com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

    "Estamos prontos para ser flexíveis", disse o ministro das Finanças de Luxemburgo, Pierre Gramegna. "Isso significa que dentro do programa você pode mudar as medidas e as necessidades financeiras para a direção que quiser", continuou.

    A reunião do Eurogrupo desta segunda-feira, na qual a Grécia irá apresentar seu primeiro conjunto de reformas, seguirá em uma semana tensa e ocorre em um momento crítico para Atenas, que tem que juntar dinheiro suficiente em seus cofres para financiar grandes empréstimos e pagar dívidas de curto prazo nas próximas semanas.

    No dia 6 de março, a Grécia apresentou um projeto com propostas para a reforma, mas os credores querem mais detalhes antes de liberar os fundos.

    O governo de Atenas espera que suas propostas de reforma, que incluem medidas para combater as fraudes fiscais e alguns detalhes sobre o impacto deste processo, possam levar o país mais perto de conseguir novos fundos, mas depois de receber a lista de reformas da Grécia, o Eurogrupo advertiu que o governo de Atenas ainda não demonstrou como pretende aplicar tais medidas em seu mercado de trabalho e na venda de empresas estatais impostas pelo acordo.

    O primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, se reunirá com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, em Bruxelas, nesta sexta-feira.

    Tsipras tem projetado suas esperanças em Juncker para atuar como um mediador. No entanto, algumas capitais da zona do euro têm sido céticas sobre o papel de Juncker como mediador, alegando que o executivo tende a ser muito flexível.

    fonte: Estadão Conteudo

    Mais:

    Alemanha tomará decisão sobre a Grécia antes do Eurogrupo
    Putin convida Alexis Tsipras a visitar Moscou em maio
    Presidente da CE diz que crise da Grécia poderia ser abordada com mais flexibilidade
    Tags:
    dívida, União Europeia, Alexis Tsipras, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik