04:52 25 Março 2017
Ouvir Rádio
    Presidente Vladimir Putin

    Putin: reformas econômicas da Ucrânia são uma "humilhação" para o povo

    © Sputnik/ Sergey Guneev
    Mundo
    URL curta
    0 1483230

    As reformas econômicas do governo ucraniano, incluindo o aumento de seis vezes nos preços do gás natural para os consumidores, parecem a coisa certa a se fazer, mas equivalem a uma humilhação para os cidadãos do país, segundo avaliou o presidente russo, Vladimir Putin, nesta terça-feira (3).

    "Nós conversamos sobre isso; formalmente tudo está correto, mas, na essência, é uma humilhação", disse o líder russo.

    Nesta terça-feira, a agência reguladora de energia da Ucrânia anunciou um aumento de seis vezes no preço do gás natural para a população do país a partir de 1º de abril, como parte de um acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para reduzir os subsídios à energia. 

    O aumento médio nos preços do gás será de 280%, tal como acordado no memorando do FMI. Em 1º de março, a agência reguladora de energia ucraniana aumentou os preços do gás natural para as empresas industriais em 56%.

    Além disso, o Banco Central da Ucrânia anunciou hoje que vai reduzir a proporção de títulos do governo ucraniano em seu portfólio, com o objetivo de minimizar o seu apoio à companhia de gás da Ucrânia, a Naftogaz.

    Mais:

    Independentistas prontos para pagar gás russo
    Ucrânia: fornecimento de gás russo a Donbass deve ser acordado
    Bruxelas: Gazprom e Naftogaz garantiram o trânsito de gás para Europa
    Tags:
    gás, Naftogaz, FMI, Vladimir Putin, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik