01:23 23 Março 2017
Ouvir Rádio
    Marcha fúnebre em memória do político de oposição Nemtsov

    Marcha fúnebre em memória do político de oposição Nemtsov contou com 21 mil pessoas

    © Sputnik/ Vladimir Astapkovich
    Mundo
    URL curta
    0 97409

    Na marcha fúnebre em memória de Boris Nemtsov em Moscou participaram cerca de 21 mil pessoas, informa o serviço de imprensa do Ministério do Interior.

    Boris Nemtsov foi assassinado a tiros no centro de Moscou na noite de sexta-feira. Segundo testemunhas, o político estava caminhando pela ponte Bolshoi Kamenny, acompanhado de uma mulher ucraniana, quando foi atingido pelas costas por quatro disparos letais. Durante todo o dia de sábado muitas pessoas, incluindo políticos, embaixadores, jornalistas e diversas figuras notórias da sociedade russa, levaram flores ao local de assassinato.

    "O evento dedicado à memória de Boris Nemtsov está agora em fase de conclusão. Os participantes estão deixando o local", se diz na informação do ministério.

    Por seu lado, os organizadores afirmaram que o número de manifestantes foi muito superior.

    Ilia Yashin, correligionário de Nemtsov e membro do movimento "Solidarnost" ("Solidariedade") indicou que a marcha teve cerca de 50 mil participantes.

    Anteriormente estava planejada para hoje,  1º de março, uma marcha da oposição (da qual Nemtsov era um dos organizadores) para protestar contra a crise, a guerra na Ucrânia, a corrupção, exigindo reformas e a descentralização do poder. No entanto, devido à morte trágica de Nemtsov, a oposição se recusou a realizar a marcha e concordou em efetuar um evento fúnebre.

    Nemtsov tinha 55 anos. Ele foi vice-primeiro ministro do governo russo na época do presidente Boris Yeltsin, época em que foi considerado um possível candidato à presidência. Em dezembro de 2007, chegou a apresentar candidatura à chefia de Estado da Rússia pelo seu partido Soyuz Pravykh Sil (União das Forças de Direita), mas acabou retirando-a em favor de Mikhail Kasianov.

    Tags:
    oposição, marcha, Boris Nemtsov, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik