13:43 23 Julho 2017
Ouvir Rádio
    Representante permanente da Rússia na ONU Vitaly Churkin

    Rússia e milícias são contra presença de força de paz em Donbass

    © AFP 2017/ DON EMMERT / AFP
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia em foco da política internacional (289)
    0 1962101

    As declarações de Kiev quanto à proposta de introdução de forças de paz ao leste do país põem em dúvida as intenções das autoridades ucranianas de respeitar os Acordos de Minsk, afirmou o representante permanente da Rússia na ONU, Vitaly Churkin.

    “No dia 12 de fevereiro foram negociados os Acordos de Minsk. Segundo estes acordos, nas Repúblicas Populares de Donetsk e de Lugansk serão criadas suas próprias unidades de ordem pública. A vigilância sobre a área de demarcação será efetuada pela OSCE. Se agora são propostos outros esquemas, surge a questão do respeito pelos Acordos de Minsk por parte do lado ucraniano”, afirmou.

    O representante da República Popular de Donetsk (RPD) nas negociações do grupo de contato, Denis Pushilin, também acha que a proposta de enviar forças de paz para a fronteira russo-ucraniana será uma violação dos Acordos de Minsk.

    “Aleksandr Turchinov, em representação do Conselho de Segurança e Defesa Nacional da Ucrânia, precisou que se trata de propor o envio de forças de paz para a fronteira russo-ucraniana no trecho de Donbass. Isto é de fato uma violação do complexo de medidas para a implementação de Acordos de Minsk. Nós, exprimimos igualmente uma reação extremamente negativa em relação a isto. Além disso, planejamos dirigir-nos aos líderes dos Estados que se responsabilizaram pelo cumprimento dos compromissos assumidos por parte da Ucrânia”, disse Pushilin.       



    Tema:
    Ucrânia em foco da política internacional (289)
    Tags:
    forças de paz, ONU, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik