00:15 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Rússia Vladimir Putin

    Putin: Ucrânia já está recebendo armas do estrangeiro

    © Sputnik/ Aleksey Druzhinin
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia em foco da política internacional (289)
    0 331

    Durante a coletiva de imprensa após as negociações com o premiê húngaro, Viktor Orban, o presidente russo Vladimir Putin declarou que a Ucrânia já está a receber armamentos do estrangeiro.

    Ao comentar a situação no leste da Ucrânia e ao responder à questão de possível fornecimento de armamentos por parte dos EUA, o presidente russo declarou que, segundo a informação disponível, o fornecimento já está em curso, mas este fato não muda a situação na zona de conflito.

    "No que diz respeito aos possíveis fornecimentos à Ucrânia, em primeiro lugar, ao que sabemos, os armamentos já estão disponíveis. E isso não é de admirar. Em segundo lugar, estou profundamente convencido de que, quaisquer que sejam as armas fornecidas, o número de vítimas pode certamente aumentar mas o resultado será o mesmo, é inevitável", disse ele depois da reunião com o primeiro-ministro húngaro em Budapeste.

    "A maioria dos militares na Ucrânia, a meu ver, não tem nenhum interesse de participar nesta guerra fratricida, especialmente fora de sua casa, e em Donbass as milícias têm grande motivação para proteger as suas famílias", acrescentou Putin.

    O presidente russo salientou que, ao longo de toda a linha de demarcação, mantém-se "mais ou menos" uma atmosfera calma, mas é necessário resolver o problema do cerco em Debaltsevo.

    Ao comentar a situação da cooperação com a Europa em matéria de abastecimento de energia, Vladimir Putin disse que a construção do gasoduto South Stream foi interrompida porque a Rússia simplesmente não foi autorizada a levar a cabo este projeto.

    "Voltar para o South Stream na forma em que foi realizado anteriormente, claro, é impossível. Chegámos a acordo com os parceiros turcos, e a Turquia, depois da Alemanha, se bem me lembro, é o nosso segundo parceiro em volume de compra de gás na Europa, e para Gazprom este é um mercado bastante grande", disse Putin.

    Segundo ele, se ninguém "interferir", a parte russa está pronta para implementar parte do antigo projeto de South Stream através da Turquia. A Rússia pode também "usar o contrato de joint venture com a Hungria, a Sérvia, com outros parceiros, /o gasoduto/ pode ir até à Áustria."

    Tema:
    Ucrânia em foco da política internacional (289)

    Mais:

    Opinião: Rússia salvou EUA de uma guerra desnecessária
    Opinião: Ocidente já começou fornecimento de armamentos a Kiev
    Tags:
    armamentos, Viktor Orban, Vladimir Putin, EUA, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik