00:17 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Reunião entre Merkel, Hollande e Poroshenko

    Merkel, Hollande e Poroshenko: as partes devem cumprir acordos de Minsk

    Пресс-служба президента Украины
    Mundo
    URL curta
    0 10

    O presidente ucraniano Pyotr Poroshenko, o líder francês François Hollande e a chanceler alemã Angela Merkel, na sequência de uma conversa telefônica, manifestaram que todos os lados devem respeitar as obrigações assumidas em Minsk, sobretudo o cessar-fogo, lê-se num comunicado publicado no site do presidente ucraniano.

    “Os interlocutores frisaram que agora o principal é o cumprimento dos últimos acordos negociados em Minsk e todos os lados, incluindo a Rússia, devem respeitar as obrigações tomadas em Minsk, sobretudo o cessar-fogo que entra em vigor esta meia-noite”, diz o comunicado.

    A Rússia declarou por várias vezes que, apesar das afirmações de Kiev e do Ocidente, ela não é parte do conflito na Ucrânia, mas que está pronta a colaborar para uma solução pacífica em Donbass se os direitos e interesses da população desta região forem respeitados.

    Kiev está realizando, desde meados de abril, uma operação militar para esmagar os independentistas no leste da Ucrânia, que não reconhecem a legitimidade das novas autoridades ucranianas, chegadas ao poder em resultado do golpe de Estado ocorrido em fevereiro de 2014 em Kiev. Segundo os últimos dados da ONU, mais de 5.000 civis já foram vítimas deste conflito.

    Desde 9 de janeiro, a intensidade dos bombardeios na região aumentou, bem como o número de vítimas do conflito. Isto fez regressar ambas as partes às negociações. 

    O novo acordo de paz, acordado previamente entre os líderes da Rússia, da Ucrânia, da França e da Alemanha, inclui um cessar-fogo global no leste da Ucrânia, que deve entrar em vigor no próximo domingo (15). Segundo o acordo, o armistício deve ser seguido pela retirada das armas pesadas da zona de conflito, operação que deve começar "o mais tardar no segundo dia do cessar-fogo e estar concluída no prazo de 14 dias".

    Tags:
    negociações, François Hollande, Angela Merkel, Pyotr Poroshenko, França, Alemanha, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik