12:40 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Vladimir Putin (E), presidente da Rússia, e Pyotr Poroshenko, presidente da Ucrânia

    Poroshenko adota "otimismo moderado" após acordo em Minsk

    © REUTERS/ BelTa/Pool
    Mundo
    URL curta
    Ucrânia: campo de batalha (286)
    0 12

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, ressaltou que as negociações do "quarteto da Normandia", em Minsk, foram difíceis e será igualmente complicado colocar o acordo em prática.

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, ressaltou que as negociações do "quarteto da Normandia", em Minsk, foram difíceis e que será igualmente complicado colocar o acordo em prática. O chefe de estado adotou uma postura moderadamente otimista sobre a situação.

    "Acho se nós temos uma promessa de um cessar-fogo, da retirada das tropas, da libertação de todos os reféns detidos ilegalmente, da retirada de todos os soldados estrangeiros do meu território e do fechamento da fronteira, tudo isso nos dá razões para um otimismo moderado", afirmou, em Bruxelas, após encontrar-se com os líderes da União Europeia durante a cúpula da organização. 

    Poroshenko disse ainda que "as negociações em Minsk sobre a Ucrânia foram difíceis, e o processo de implementação das decisão tomadas também não será fácil. "Esse pacote de documentos foi assinado pelo grupo de contato trilateral. Acho que nós estamos aumentando o nível de responsabilidade das partes envolvidas no cumprimento das promessas feitas. Nós conseguimos uma promessa das partes sobre um cessar-fogo, e isso não foi fácil."

    O "quarteto da Normandia" é formado, além de Poroshenko, pelo presidente russo, Vladimir Putin, pela chanceler alemã, Angela Merkel, e pelo presidente da França, François Hollande. O grupo manteve conversas por 16 horas seguidas até que chegou-se a um compromisso por um cessar-fogo, que entrará em vigor a partir das 0h de domingo (horário de Kiev), dia 15 de fevereiro.

    Confira todos pontos do acordo.

    Tema:
    Ucrânia: campo de batalha (286)

    Mais:

    Acordo de Minsk prevê retirada de tropas e reforma constitucional
    Mídia alemã: Obama ameaçou Putin antes da reunião de Minsk
    Putin: cessar-fogo em Donetsk entra em vigor às 00h00 de 15 de fevereiro
    Tags:
    União Europeia, Pyotr Poroshenko, François Hollande, Angela Merkel, Vladimir Putin, Bruxelas, Minsk, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik