20:58 23 Março 2017
Ouvir Rádio
    Palestina abre en Suecia su primera embajada en Europa Occidental

    Palestina abre embaixada na Suécia

    © AP Photo/ TT/ Fredrik Sandberg
    Mundo
    URL curta
    0 617141

    A Palestina abriu a sua primeira embaixada em Estocolmo, capital da Suécia. A informação foi confirmada pelo serviço de imprensa do primeiro-ministro sueco.

    Em visita oficial ao país, o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, foi recebido pela ministra das Relações Exteriores sueca nesta terça-feira, 10, para a cerimônia de abertura da embaixada. 

    Em declaração exclusiva à agência Sputnik, o embaixador da Palestina em Moscou, Faed Mustafa, afirmou:

    "A Palestina já possuía uma representação na Suécia há tempo, mas hoje, durante a visita de Abbas, foi decidida oficialmente, no mais alto nível, a inauguração de uma embaixada em Estocolmo. Para nós isso é importante, em primeiro lugar, porque esperamos que essa tendência de reconhecimento da Palestina seja mantida na Europa e que outros grandes países da União Europeia nos reconheçam. A Suécia deu um grande passo para a resolução dessa questão."

    No dia 30 de outubro do ano passado, o parlamento da Suécia aprovou uma resolução reconhecendo o Estado Palestino. Na ocasião, o governo sueco considerou a decisão como um ato de "responsabilidade" para impulsionar o processo de paz no Oriente Médio, pretendendo igualar as duas partes no conflito, além de apoiar as forças moderadas na Palestina. Com o reconhecimento, Israel chegou a retirar o seu embaixador de Estocolmo, mas a situação se regularizou um mês depois. Os Estados Unidos também reagiram negativamente, criticando a decisão e retirando a sua representação diplomática do país temporariamente. 

    A Suécia foi o primeiro país ocidental da União Europeia a reconhecer a Palestina como Estado independente.  

    A abertura da representação diplomática será seguida de uma cerimônia de inauguração e uma coletiva de imprensa com o presidente sueco.

    Mais:

    Netanyahu exorta ONU a não publicar o relatório sobre violações em Gaza
    Tags:
    Israel, Suécia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik