19:41 30 Março 2017
Ouvir Rádio
    Polícia dos Estados Unidos

    Rossiya Segodnya revela opinião dos norte-americanos sobre a polícia

    © AP Photo/ David Goldman
    Mundo
    URL curta
    0 30712

    Segundo uma pesquisa de opinião realizada a pedido da agência Rossiya Segodnya junto com o ICM Research, menos de metade dos norte-americanos vê os policiais como defensores dos interesses dos cidadãos.

    Em resposta à pergunta sobre “que autoridade de aplicação da lei o protege melhor”, 46% dos entrevistados, ou seja, menos de metade, indicaram a polícia e os  xerifes como o principal garante da sua segurança. 

    Em segundo lugar sobre a importância para os entrevistados (21%) – é indicada a segunda emenda da Constituição dos Estados Unidos, que garante o direito dos cidadãos de ter e portar armas. É curioso o fato de a segunda emenda ter maior importância para os homens do que para mulheres (29% vs. 13%). 

    O  terceiro lugar na lista de garantes da segurança dos cidadãos é ocupado pelos serviços de bombeiros – 12%.

    Ao avaliar a eficácia da polícia, podem ser notadas algumas discrepâncias.  Apenas um terço dos afro-americanos (33%) sente-se protegido pela polícia e os xerifes. Eles colocam o programa "Vizinho Vigilante" (residentes vigilantes de bairros) em segundo lugar na importância da sua segurança (19%).

    A pesquisa foi realizada pelo ICM Research para a agência Rossiya Segodnya entre 5 e 17 de dezembro de 2014, nos Estados Unidos. Participaram um pouco mais de mil pessoas, a amostra foi constituída de acordo com o sexo, idade e geografia, o intervalo de confiança foi de 3%, com 95% de confiança.

    Nos EUA, em novembro e dezembro, houve protestos em massa em apoio das vítimas da violência policial injustificada. 

    Segundo estatísticas, os cidadãos negros dos Estados Unidos são mortos 21 vezes mais frequentemente em confrontos com a polícia do que os brancos. Após Michael Brown, pelo menos outros 12 afro-americanos foram mortos pela polícia.

    Tags:
    opinião pública, pesquisa, polícia, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik