18:21 04 Dezembro 2016
Ouvir Rádio
    Piloto jordaniano foi queimado vivo

    Dois terroristas do Estado Islâmico foram executados na Jordânia

    © REUTERS/ REUTERS/Stringer
    Mundo
    URL curta
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    0 67240

    As autoridades da Jordânia executaram na quarta-feira dois de seis terroristas ligados ao grupo Estado Islâmico (EI), depois de na Internet ter aparecido um vídeo do assassinato do piloto jordaniano Moaz al-Kasasbeh.

    Anteriormente, o canal Sky News Arabia, citando sua própria fonte, havia informado que as autoridades jordanianas prometeram executar seis terroristas, incluindo  Sajida al-Rishawi, que poderia ser trocada por Kasasbeh.

    Segundo a Reuters, citando uma fonte das forças de segurança da Jordânia, as autoridades executaram Sajida al-Rishawi e outro terrorista. Assim, no futuro próximo poderão ser executados mais quatro extremistas ligados ao EI.

    O EI divulgou ontem um vídeo mostrando um homem, supostamente o piloto Kasasbeh, em chamas dentro de uma jaula metálica. O grupo informou que o jordaniano foi queimado vivo. A TV oficial da Jordânia confirmou a morte do piloto, mas informou que ela teria ocorrido há um mês, no dia 3 de janeiro.

    Tema:
    Estado Islâmico: pior ameaça mundial (299)
    Tags:
    execução, terrorismo, Estado Islâmico, Jordânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Em foco