20:28 20 Março 2019
Ouvir Rádio
    Como situação na Síria mudou 3 anos após início da operação russa
    © Sputnik /

    Em 30 de setembro de 2015, a Força Aeroespacial russa iniciou operação antiterrorista na Síria. Veja como a situação no país árabe mudou nestes três anos.

    Apesar de na área de Idlib ainda haver grupos armados ilegais, a maior parte do território sírio está sendo agora controlada pelas forças governamentais.

    Mais:

    Rússia inicia entrega de sistemas S-300 à Síria
    General sírio aposentado: Força Aérea da Síria terá muitas melhorias além dos S-300
    Tags:
    militares, terroristas, aviação, Marinha, Força Aeroespacial da Rússia, Forças Armadas da Rússia, Raqqa, Idlib, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais infográficos

    • 5 anos da reunificação da Crimeia à Rússia
      Last update: 11:14 18.03.2019
      11:14 18.03.2019

      5 anos da reunificação da Crimeia à Rússia

      Em 16 de março de 2014, a Crimeia se tornou parte da Rússia depois de realizar um referendo. Saiba como mudou a vida na península da Crimeia após reunificação à Rússia!

    • Ataques a mesquitas na Nova Zelândia
      Last update: 11:18 15.03.2019
      11:18 15.03.2019

      Ataques a mesquitas na Nova Zelândia

      Em duas mesquitas da cidade neozelandesa de Christchurch ocorreram tiroteios. A polícia local desativou várias bombas caseiras encontradas em carros estacionados ao lado.

    • Comércio entre o Brasil e a China
      Last update: 07:28 20.02.2019
      07:28 20.02.2019

      Quão valioso é comércio brasileiro com China

      Desde 2009, a China é o maior parceiro comercial do Brasil, superando os EUA nesse campo. Infográfico mostra o volume das trocas comerciais entre o Brasil e seus maiores parceiros – a China e os EUA – e sua evolução.

    • Presidente dos EUA, Donald Trump
      Last update: 12:43 20.01.2019
      12:43 20.01.2019

      Trump e América Latina: 2 anos de avanços e recuos

      A Sputnik lembra como têm se desenvolvido as relações entre os EUA e a América Latina desde que Donald Trump assumiu a presidência há dois anos.