00:37 15 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    História do alargamento da OTAN
    © Sputnik /

    A Aliança Atlântica passou por sete estágios de alargamento. Em 2017, o Montenegro foi o último país a aderir à organização. No mesmo ano, surgiram informações de que a OTAN planejava aceitar um novo integrante, a Macedônia. A Ucrânia e a Geórgia também vêm expressando desejo de reforçar a cooperação com a aliança.

    Enquanto isso, vários especialistas destacam que a OTAN começa a perder sua atualidade. Por exemplo, Christian Whiton, ex-conselheiro de Estado durante a administração Bush e no governo de Donald Trump, afirmou que a organização virou obsoleta e já não possui os antigos inimigos.

    Além disso, os desacordos entre os EUA e os demais integrantes da organização quanto aos gastos militares têm aumentado. Segundo as estimações da aliança em junho de 2017, dos 29 países da organização, somente os EUA, Grécia, Reino Unido, Estônia, Romênia e Polônia seguem as regras e gastam ao menos 2% para estes fins.  

    Por sua vez, Moscou vem condenando o alargamento da organização. O presidente do país, Vladimir Putin, afirmou que a Rússia vai considerar o alargamento da organização para leste como ameaça.

    Mais:

    Ex-premiê polonês explica por que Rússia nunca invadirá nenhum país da OTAN
    Estes mísseis podem ser 'pior pesadelo real' para OTAN, destaca imprensa norte-americana
    Macedônia 'entra' na OTAN e milhares comemoram nas ruas
    Tags:
    história, OTAN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Mais infográficos