07:25 02 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    0 231
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil está acompanhando as matérias mais relevantes desta quarta-feira (16), marcada pelo anúncio de Bolsonaro de aumentar o Bolsa Família, pelo encontro Putin-Biden em Genebra e novos ataques entre Israel e Hamas.

    CPI da Covid: depoimentos de Marcellus Campêlo e Wilson Witzel

    Nesta terça-feira (15), a CPI questionou o ex-secretário de Saúde do Amazonas Marcellus Campêlo, que virou o primeiro caso de depoimento sobre a atividade estadual e municipal durante a pandemia. Até o momento, a comissão indagou os membros do governo federal. No depoimento, o ex-secretário enfrentou duros ataques de senadores governistas e oposicionistas, já que Campêlo pouco esclareceu sobre o desbastamento de oxigênio e a morte de pacientes em consequência disso no início de 2021. Além disso, ele contou sobre a visita a Manaus de Mayra Pinheiro, conhecida como Capitã Cloroquina, que insistiu no uso de tratamentos ineficazes contra a COVID-19. Para o dia 17 de junho está previsto o depoimento do ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel.

    • O Brasil confirmou mais 2.760 mortes e 88.992 casos de COVID-19, totalizando 491.164 óbitos e 17.543.853 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.
    O ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, depõe na CPI da Covid-19 no Senado Federal em Brasília (DF), 15 de junho de 2021
    © Folhapress / Wallace Martins/Futura Press
    O ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, depõe na CPI da Covid-19 no Senado Federal em Brasília (DF), 15 de junho de 2021

    Bolsonaro anuncia aumento do Bolsa Família

    Nesta terça-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro foi entrevistado pela emissora de Rondônia SIC TV, onde confirmou o aumento do benefício médio do Bolsa Família. De acordo com suas palavras, citadas pelo Estadão, "a ideia é dar um aumento de 50% [para o Bolsa Família] em dezembro, para sair de R$ 190. Um pouco mais de 50% seria o aumento, para R$ 300. É isso que está praticamente acertado aqui". Tal acréscimo está ligado à inflação que tocou os produtos da cesta básica, cujos preços, segundo o presidente, em alguns casos dobraram. Recentemente, o presidente declarou que planeja amplificar a abordagem do programa para 20 milhões de famílias até o fim deste ano. Porém, tal reajuste do valor, levando em consideração o número de beneficiários do programa, não cabe no limite de gastos previsto para 2022.

    Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia de assinatura do Programa NASA ARTEMIS entre Brasil e os EUA, Palácio do Planalto, 15 de junho de 2021
    © REUTERS / Ueslei Marcelino
    Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia de assinatura do Programa NASA ARTEMIS entre Brasil e os EUA, Palácio do Planalto, 15 de junho de 2021

    Governador de SP quer ser candidato a presidente em 2022

    João Doria, governador de São Paulo, confirmou pela primeira vez seu desejo de ser o candidato do PSDB à presidência da República no ano que vem, informou o jornal Folha de São Paulo na terça-feira (15). "Vamos disputar as prévias, respeitando todos os candidatos. Mas vamos trabalhar para vencer. E somar forças com todos para fortalecer a candidatura do PSDB. E ajudar o Brasil", disse ele, após o PSDB ter definido novas regras das prévias presidenciais do partido que vão acontecer no dia 21 de novembro. No entanto, durante a reunião da executiva nacional, Doria sofreu derrota, já que o partido decidiu a proporção de 25% para filiados e 75% para mandatários, enquanto ele queria uma correlação 50:50. A proposta 35% a 65% sugerida por seus aliados perdeu na votação.

    O governador do Estado de São Paulo, João Doria inaugura na manhã desta terça-feira (15), o Terminal Metropolitano de Carapicuíba na Grande São Paulo
    © Folhapress / Aloisio Mauricio /Fotoarena
    O governador do Estado de São Paulo, João Doria inaugura na manhã desta terça-feira (15), o Terminal Metropolitano de Carapicuíba na Grande São Paulo

    Putin e Biden se encontram em Genebra

    Todos os olhos estão em Genebra, Suíça, onde hoje (16) o presidente russo Vladimir Putin e seu homólogo dos EUA Joe Biden devem se encontrar pela primeira vez desde a posse de Biden. O encontro com o líder russo é o último na agenda apertada do presidente norte-americano em sua turnê pela Europa. As próximas negociações serão compostas por três partes: negociações de formato estreito e duas rodadas de discussão alargada com uma pausa para o café. A reunião deve durar 4-5 horas. Posteriormente, os dois líderes realizarão coletivas de imprensa separadas. Na primeira parte, Putin estará acompanhado pelo ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, e Biden pelo secretário de Estado, Antony Blinken. A Casa Branca e o Kremlin anunciaram ambos que os líderes devem tocar em uma variedade de tópicos, desde a estabilidade estratégica, segurança informática e crimes cibernéticos ao Ártico. É previsto que eles discutirão o Oriente Médio, a Síria, a Líbia, o Afeganistão, a situação na península coreana, bem como o programa nuclear iraniano, entre outros assuntos.

    Bandeiras norte-americana, russa e suíça na entrada da Villa La Grange, onde vai ocorrer o encontro Biden-Putin, em Geneva, Suíça, 15 de junho de 2021
    © REUTERS / Peter Klaunzer
    Bandeiras norte-americana, russa e suíça na entrada da Villa La Grange, onde vai ocorrer o encontro Biden-Putin, em Geneva, Suíça, 15 de junho de 2021

    Israel ataca locais do Hamas pela 1ª vez desde conflito em maio

    Aviação israelense atingiu nesta quarta-feira (16) locais do Hamas na Faixa de Gaza após balões incendiários terem sido lançados do enclave palestino. A Força Aérea de Israel visava pelo menos um local ao leste de Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza, habitado por cerca de dois milhões de pessoas. As Forças de Defesa de Israel (FDI) confirmaram os ataques contra o Hamas na região e afirmaram: "As Forças de Defesa de Israel estão prontas para todos os cenários possíveis, incluindo a retomada das hostilidades, face às operações terroristas em andamento a partir da Faixa de Gaza". Por sua vez, o representante do Hamas disse, citado pela Reuters, que os palestinos vão continuar prosseguindo sua "resistência corajosa e defender seus direitos e locais sagrados" em Jerusalém. A ação ocorreu algumas horas depois de grupos ultranacionalistas israelenses marcharem pelos bairros palestinos em Jerusalém, celebrando a captura da cidade na Guerra dos Seis Dias, em 1967.

    • Foram os primeiros ataques desde o fim dos 11 dias de combates transfronteiriços no mês passado. O cessar-fogo entre Israel e a Faixa de Gaza entrou em vigor em 21 de maio, após 11 dias de troca de ataques a partir de 10 de maio.
    Manifestante palestino joga foguete em chamas contra forças de Israel durante manifestação a leste da Cidade de Gaza, na fronteira com Israel, 15 de junho de 2021
    © AFP 2021 / Mahmud Hams
    Manifestante palestino joga foguete em chamas contra forças de Israel durante manifestação a leste da Cidade de Gaza, na fronteira com Israel, 15 de junho de 2021

    Concluída contagem oficial de 100% de boletins no Peru, com Castillo em 1º lugar

    O Escritório Nacional de Processos Eleitorais (ONPE, na sigla em espanhol) do Peru concluiu 100% da contabilização de atas da eleição presidencial realizada no país em 6 de junho, dando a vitória ao candidato de esquerda, do Peru Livre, Pedro Castillo, frente a sua rival de direita Keiko Fujimori, do Força Popular. Castillo recebeu 8.835.579 votos, 44.058 a mais do que Fujimori, com 50,125% dos votos válidos contra 49,875% de Fujimori. Esta contagem, no entanto, não considera alguns pedidos de nulidade sobre atas contabilizadas apresentadas por ambos os agrupamentos, embora maioritariamente pelo Força Popular. Uma vez concluído este processo de resolução pelos Jurados Eleitorais Especiais, será declarado oficialmente o novo presidente da República que governará por um período de cinco anos.

    Mais:

    Brasil obtém 'reconhecimento' mundial regressando ao Conselho de Segurança da ONU, diz Bolsonaro
    Chuvas fortes na Colômbia matam pelo menos 71 pessoas e desalojam milhares de famílias
    Situação alimentar na Coreia do Norte é 'tensa', afirma Kim Jong-un
    Tags:
    Joe Biden, Genebra, Suíça, Vladimir Putin, encontro, Bolsonaro, Brasil, João Doria, Israel, ataque, Hamas, CPI da Covid, Peru
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar