22:20 23 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    1350
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais relevantes desta segunda-feira (24), marcada pela aglomeração de Bolsonaro, pela reunião do Conselho Europeu em Bruxelas, pela prisão de opositor de Lukashenko em Belarus e pela erupção de vulcão no Congo.

    Brasil se aproxima das 450 mil mortes por COVID-19

    O Brasil registrou 860 mortes pela COVID-19 nas últimas 24 horas, fazendo com que a quantidade de óbitos pela doença chegasse a 449.068, segundo boletim do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). De acordo com a atualização divulgada no domingo (23), foram contabilizados 38.819 novos casos do coronavírus. Ao todo, 16.083.258 de pessoas já foram infectadas. Devido à subnotificação, no entanto, o número real provavelmente é muito maior.

    Vista de Cemitério de Curitiba (PR), nesta sexta-feira (21). Brasil registra 2.215 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas
    © Folhapress / Eduardo Matysiak
    Vista de Cemitério de Curitiba (PR), nesta sexta-feira (21). Brasil registra 2.215 novas mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

    Bolsonaro surge sem máscara, gera aglomeração e ignora pandemia

    No domingo (23), o presidente Jair Bolsonaro participou de manifestação em apoio ao seu governo no Rio de Janeiro, que contou com a presença do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Sem máscara, Bolsonaro caminhou entre os presentes e subiu em um carro de som. Ele fez um curto discurso para os presentes. O general Eduardo Pazuello subiu no veículo e ficou ao lado do presidente, também sem usar máscara, assim como o deputado federal Luiz Lima (PSL-RJ). O uso da máscara é obrigatório no município e eventos com aglomerações estão proibidos. Ao participar do ato sem máscara, Pazuello também descumpriu determinações do Exército.

    • O general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, será enviado para a reserva pelo comandante do Exército, Paulo Sérgio Nogueira, devido a sua participação em ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Pazuello esteve ao lado do chefe de Estado em manifestação realizada no domingo (23) no Rio de Janeiro. Sem máscara, o ex-ministro da Saúde subiu em um carro de som durante o ato, no Monumento dos Pracinhas, no Aterro do Flamengo.
    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao lado do ministro Tarcísio Gomes, e do deputado Hélio Lopes, em carro de som no aterro do Flamengo, na zona sul do Rio de Janeiro, durante ato de seus apoiadores favoráveis ao seu governo, neste domingo (23)
    © Folhapress / Silvia Machado
    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao lado do ministro Tarcísio Gomes, e do deputado Hélio Lopes, em carro de som no aterro do Flamengo, na zona sul do Rio de Janeiro, durante ato de seus apoiadores favoráveis ao seu governo, neste domingo (23)

    Conselho Europeu se reúne para discutir novas sanções contra Rússia

    Nos dias 24 e 25 de maio, os líderes do Conselho Europeu se encontrarão em uma reunião presencial, em Bruxelas, para discutir assuntos externos. Durante a reunião, o Conselho Europeu discutirá possíveis novas sanções contra a Rússia relacionadas a direitos humanos e cibersegurança, enquanto o Reino Unido estará focado em assuntos pós-Brexit, incluindo direitos e obrigações no Acordo de Cooperação e Comércio entre os britânicos e a União Europeia.

    O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, durante sessão plenária do Parlamento Europeu, em Bruxelas, Bélgica, 26 de abril de 2021
    © REUTERS / Johanna Geron
    O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, durante sessão plenária do Parlamento Europeu, em Bruxelas, Bélgica, 26 de abril de 2021

    Opositor de Lukashenko é detido após pouso forçado de avião em Belarus

    Um voo da Ryanair, que partiu da Grécia com destino à Lituânia, onde o ativista e jornalista Roman Protasevich estava exilado desde novembro de 2020, foi desviado a Belarus após suposta ameaça de bomba a bordo da aeronave. Na ocasião, o avião foi escoltado por um caça MiG-29. O opositor foi detido durante a inspeção da aeronave, enquanto todos os passageiros foram enviados a um posto de controle para nova análise dos documentos. O caso chamou atenção internacional, com outros opositores do governo bielorrusso e autoridades de outros países acusando o presidente bielorrusso Aleksandr Lukashenko de ordenar o pouso forçado do avião comercial para deter seu opositor.

    A aeronave da Ryanair, que transportava o jornalista e ativista opositor Roman Protasevich, desviada a Belarus, onde o opositor foi detido, pousa em Vilnius, Lituânia, 23 de maio de 2021
    © REUTERS / Andrius Sytas
    A aeronave da Ryanair, que transportava o jornalista e ativista opositor Roman Protasevich, desviada a Belarus, onde o opositor foi detido, pousa em Vilnius, Lituânia, 23 de maio de 2021

    Oito mil pessoas cruzam fronteira do Congo após erupção de vulcão

    A erupção do vulcão no monte Nyiragongo, na República Democrática do Congo, matou 15 pessoas, informaram autoridades no domingo (23). O fenômeno gerou caos na cidade de Goma e nos arredores, onde vivem cerca de dois milhões de pessoas. Mais de 500 casas foram destruídas pela lava, e cerca de 30 mil pessoas tiveram de fugir das áreas afetadas. Quase oito mil pessoas migraram para Ruanda, na fronteira com os locais mais atingidos. A Unicef declarou haver mais de 170 crianças desaparecidas.

    Moradores caminham próximo de casas destruídas por lava ardente de erupção do vulcão Nyiragongo, próximo de Goma, no Congo, 23 de maio de 2021
    © REUTERS / Djaffar Al Katanty
    Moradores caminham próximo de casas destruídas por lava ardente de erupção do vulcão Nyiragongo, próximo de Goma, no Congo, 23 de maio de 2021

    Mais:

    Por telefone, presidente do Conselho Europeu pede a Putin que liberte Navalny
    Brasil ultrapassa os 16 milhões de casos confirmados da COVID-19
    Vulcão Nyiragongo entra em erupção na República Democrática do Congo (VÍDEOS)
    Erupção de vulcão interrompe viagem do presidente da República Democrática do Congo
    EUA estudam casos de inflamação cardíaca após imunização contra COVID-19 por vacinas mRNA
    Voto impresso: bolsonarismo tem 'estratégia de tumultuar e elevar a tensão', diz especialista
    Bolsonaro chega a cavalo em manifestação de ruralistas e volta a provocar aglomeração (VÍDEOS)
    Tags:
    opositor, Bielorrússia, sanções, Rússia, Europa, Jair Bolsonaro, Brasil, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar