01:31 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    2190
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil traz as notícias mais importantes desta terça-feira (26), marcada pela investigação contra Pazuello por omissão no Amazonas, pela interrupção de parada militar em Nova Deli por protesto de agricultores indianos e pela liberação de insumos chineses para produzir mais vacinas no Brasil.

    China libera exportação de insumos para vacina no Brasil

    Nesta segunda-feira (25), o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, confirmou a liberação de 5,4 mil litros de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para o Brasil. O insumo permitirá a produção de 5,5 milhões de doses da vacina contra COVID-19 CoronaVac. "A China está junto com o Brasil na luta contra a pandemia", escreveu Wanming em rede social. O Brasil confirmou mais 1.055 óbitos e 28.364 casos de COVID-19, totalizando 217.712 óbitos e 8.872.964 diagnósticos da doença. Regiões do país voltam a impor restrições para conter a pandemia, conforme o mês de janeiro ultrapassa dezembro em número de mortes pela COVID-19.

    Laboratório União Química produz vacina russa contra COVID-19, Sputnik V, em projeto-piloto, Brasília, 25 de janeiro de 2021
    © AP Photo / Eraldo Peres
    Laboratório União Química produz vacina russa contra COVID-19, Sputnik V, em projeto-piloto, Brasília, 25 de janeiro de 2021

    STF autoriza investigação de conduta de Pazuello na crise do Amazonas

    O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, será investigado por suposto crime de omissão no colapso do sistema de saúde no estado do Amazonas. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, autorizou a Procuradoria-Geral da República (PGR) a iniciar a investigação, nesta segunda-feira (25). O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse não ter dúvidas da "irresponsabilidade" de Pazuello, reportou o portal G1. "Não tenho dúvida nenhuma da irresponsabilidade dele de [recomendar] tratamento precoce, da irresponsabilidade de não ter respondido à Pfizer. A irresponsabilidade dele de, como ministro da Saúde, não ter se aliado ao Instituto Butantan para acelerar a produção daquela vacina [Coronavac] e não apenas a vacina da Fiocruz. Tudo isso caracteriza crime e a PGR está investigando", disse Maia, que defendeu a abertura de uma "CPI da Saúde" no Congresso Nacional.

    Parentes de pacientes hospitalizados compram cilindros de oxigênio em Manaus, 18 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Bruno Kelly
    Parentes de pacientes hospitalizados compram cilindros de oxigênio em Manaus, 18 de janeiro de 2021

    Joe Biden revoga proibição de pessoas transgênero nas Forças Armadas dos EUA

    Nesta segunda-feira (25), o presidente dos EUA, Joe Biden, revogou decisão de seu antecessor que impedia pessoas transgênero de servirem nas Forças Armadas dos EUA. Para Biden, todos os norte-americanos "são qualificados para servirem seu país". Biden consolida a sua equipe de governo, conforme o Senado do país confirma nomeações para os principais cargos da administração pública. Janet Yellen foi confirmada por ampla maioria do Senado e será a primeira mulher a ocupar a chefia do Departamento do Tesouro dos EUA. Nesta terça-feira (26), o Senado deve confirmar a nomeação de Antony Blinken para o cargo de secretário de Estado.

    Alemanha poderá vigiar atividades de partido de extrema direita

    Nesta terça-feira (25), agência de segurança doméstica da Alemanha poderá anunciar vigilância oficial sobre atividades do partido de extrema direita do país, Alternativa para a Alemanha (AfD). Após dois anos de investigações, o Escritório Federal para a Proteção da Constituição (BfV, na sigla em alemão), decidirá se o partido é suspeito de conduzir atividades extremistas. A decisão permitiria que o Estado alemão fiscalize todas as atividades do partido, realize escutas telefônicas e inclusive recrute informantes dentre seus quadros, reportou a AFP. Apesar de ser o maior partido de oposição no parlamento alemão, o AfD, que defende agenda anti-islâmica e anti-imigração, teria perdido apoio popular durante a pandemia de COVID-19.

    Funcionária embala máscaras protetoras em fábrica de investidores alemães e turcos, em Altheim-Landshut, Alemanha, 25 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Andreas Gebert
    Funcionária embala máscaras protetoras em fábrica de investidores alemães e turcos, em Altheim-Landshut, Alemanha, 25 de janeiro de 2021

    Agricultores indianos invadem ruas de Nova Deli em dia de parada nacional

    Nesta terça-feira (26), agricultores indianos invadiram as ruas de Nova Deli em meio à parada militar do dia da República. Apesar de forte esquema de segurança, a polícia local não foi capaz de conter os manifestantes, informou correspondente da Sputnik. A caravana de agricultores interrompeu a parada militar e suspendeu demais atividades, que incluíam um discurso do primeiro-ministro Narendra Modi. Agricultores protestam há meses contra nova política agrária do governo, que elimina controle sobre os preços de alimentos. Em novembro de 2020, os agricultores indianos promoveram uma das maiores greves gerais da história moderna, que teria contado com a adesão de 250 milhões de pessoas.

    Agricultores e guerreiros sikh invadem as ruas da capital da Índia, Nova Deli, em meio às comemorações do Dia da República, Índia, 26 de janeiro de 2021
    © REUTERS / Danish Siddiqui
    Agricultores e guerreiros sikh invadem as ruas da capital da Índia, Nova Deli, em meio às comemorações do Dia da República, Índia, 26 de janeiro de 2021

    EUA aprovam transações com grupo iemenita houthi por um mês

    Nesta segunda-feira (25), os EUA aprovaram a realização de transações financeiras com membros do grupo iemenita houthi por um mês. De acordo com o Departamento do Tesouro, bancos que facilitarem transações não serão objeto de sanções norte-americanas. Anteriormente, a administração Trump havia classificado o grupo que controla boa parte do território iemenita como terrorista, o que dificultaria a importação de bens essenciais, como remédios e alimentos para o país. A medida foi criticada pelas Nações Unidas e pela Cruz Vermelha, que alertam para a grave crise humanitária no Iêmen.

    Mais:

    'Bolsonaro desdenhou da vacina Sputnik V', diz ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha
    'Grande fratura': Guterres alerta sobre possível divisão do mundo entre EUA e China
    Nicolás Maduro anuncia remédio 100% eficaz contra a COVID-19 (VÍDEO)
    Tags:
    pandemia, Sputnik V, Vacina CoronaVac, COVID-19, Alemanha, Índia, EUA, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar