05:15 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    0 200
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil está de olho nas notícias mais relevantes desta quinta-feira (15), marcada pelo escândalo do dinheiro na cueca de líder do governo Bolsonaro, pelo duelo entre Trump e Biden na TV norte-americana e por crise política na Tailândia.

    Planalto só investe em vacina da Oxford, apesar de avanço das concorrentes, diz secretário

    Nesta quarta-feira (14), o secretário de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, declarou que o governo federal não liberou recursos para a compra de vacina CoronaVac, desenvolvida por empresa chinesa em parceria com o Instituto Butantan. "Por que uma vacina como a CoronaVac, que está no mesmo pé da de Oxford, aliás está até mais adiantada, está recebendo uma tratativa diferente?", questionou o secretário segundo o portal G1. O Ministério da Saúde não se manifestou sobre o ocorrido. Nas últimas 24 horas, o Brasil confirmou mais 716 mortes e 26.675 casos de COVID-19. Ao todo, são 151.779 mil óbitos e 5.141.498 pessoas infectadas no país.

    Mulher se emociona durante missa na Basílica de Aparecida, em Aparecida, 12 de outubro de 2020
    © AP Photo / Andre Penner
    Mulher se emociona durante missa na Basílica de Aparecida, em Aparecida, 12 de outubro de 2020

    Vice-líder do governo Bolsonaro esconde dinheiro na cueca durante abordagem policial

    Nesta quarta-feira (14), o vice-líder do governo no Senado, Chico Rodrigues (DEM), escondeu dinheiro na cueca durante operação de busca e apreensão conduzida pela Polícia Federal (PF) em sua residência, na capital de Roraima, Boa Vista. De acordo com o Estadão, R$ 100 mil foram encontrados na casa do senador, dos quais R$ 30 mil somente na sua cueca. A operação é parte de investigação sigilosa da PF sobre desvio de recursos de emendas parlamentares destinadas ao combate à COVID-19.

    Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, Brasília, 14 de outubro de 2020
    © REUTERS / Adriano Machado
    Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, Brasília, 14 de outubro de 2020

    Em vez de debate, EUA terão duelo presidencial por audiência na TV

    Nesta quinta-feira (15), ambos os candidatos à presidência dos EUA vão realizar programas de televisão, no qual responderão perguntas da plateia, no mesmo horário, em canais diferentes. Dessa forma, em vez do debate presidencial previsto para hoje (15), os candidatos vão concorrer pela audiência dos eleitores, em um duelo televisivo. O candidato republicano, Donald Trump, que foi diagnosticado com COVID-19 recentemente, se negou a participar de debate virtual com o seu opositor Joe Biden. O programa de Biden será transmitido pelo canal ABC e o de Trump pela NBC. Ambos os programas estão previstos para ter início às 21h00 do horário de Brasília.

    Apoiadores de Trump durante evento de campanha na cidade de Des Moines, em Iowa, 14 de outubro de 2020
    © REUTERS / Carlos Barria
    Apoiadores de Trump durante evento de campanha na cidade de Des Moines, em Iowa, 14 de outubro de 2020

    Europa retoma toques de recolher e fechamento de escolas por 2ª onda de COVID-19

    Nesta quarta-feira (15), o presidente francês, Emmanuel Macron, introduziu toque de recolher em várias cidades do país, incluindo Paris, Lille, Lyon, Marselha e Toulouse. A medida entrará em vigor a partir de sábado (17) e deve durar quatro semanas. A chanceler alemã, Angela Merkel, declarou que o país se encontra em fase "séria" da pandemia, na qual os casos aumentam de forma "exponencial". "É isso que os dados mostram", lamentou Merkel.  Itália, Croácia, Eslovênia e Bósnia também registram números recordes de infecções diárias pelo novo coronavírus.

    Presidente da França, Emmanuel Macron, anuncia reimposição de medidas de combate à COVID-19 em entrevista transmitida em rede nacional, 14 de outubro de 2020
    © REUTERS / Eric Gaillard
    Presidente da França, Emmanuel Macron, anuncia reimposição de medidas de combate à COVID-19 em entrevista transmitida em rede nacional, 14 de outubro de 2020

    Manifestantes são presos após imposição de estado de emergência na Tailândia

    Nesta quinta-feira (15), 20 manifestantes foram presos após o governo tailandês declarar estado de emergência e proibir reuniões de grupos de mais de quatro pessoas no país. Entre os presos estão políticos que, desde agosto, lideram passeatas contra o primeiro-ministro Prayuth Chan-ocha. Ex-comandante militar, Prayuth Chan-ocha liderou golpe em 2014 e hoje comanda governo civil não reconhecido por líderes da oposição tailandesa. Nesta quarta-feira (14), cerca de 10 mil pessoas se reuniram na capital, Bangkok, para protestar por reforma constitucional e na monarquia local.

    Manifestantes se reúnem na capital tailandesa, Bangkok, para protestar contra o governo, 14 de outubro de 2020
    © REUTERS / Athit Perawongmetha
    Manifestantes se reúnem na capital tailandesa, Bangkok, para protestar contra o governo, 14 de outubro de 2020

    Moscou não vê perspectiva para prorrogar o Novo START no momento, diz Lavrov

    Nesta quarta-feira (14), o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, declarou não haver perspectiva para a prorrogação do acordo para controle de armas nucleares estratégicas Novo START, firmado entre Washington e Moscou. "Não há perspectiva, eu, pessoalmente, não vejo essa perspectiva", disse Lavrov durante entrevista a três emissoras de rádio, incluindo a Sputnik. Último acordo de controle de armas em vigor, o Novo START expira em fevereiro de 2021. Nesta terça-feira (13), o enviado especial dos EUA para Controle de Armas, Marshall Billingslea, afirmou que Moscou e Washington haviam chegado a um "acordo de princípio" sobre a prorrogação do tratado.

    Mais:

    Rússia registra 2ª vacina russa contra COVID-19, anuncia Putin
    Petróleo e gás fomentam negociações históricas entre rivais Líbano e Israel
    EUA podem ter achado base naval para seus submarinos perto da Rússia
    Tags:
    Rússia, eleições, Tailândia, COVID-19, pandemia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar