18:15 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    2320
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais relevantes desta segunda-feira (28), marcada por novos confrontos entre Armênia e Azerbaijão durante a madrugada, pela liderança de Biden sob Trump nas pesquisas de intenção de votos nos EUA e pelo compromisso de Putin com indústria nuclear russa.

    Média móvel de mortes por COVID-19 se mantém estável no Brasil

    Neste domingo (27), o Brasil registrou 335 novas mortes pela COVID-19 e manteve queda de 5% da média móvel de óbitos no país, considerada patamar estável, de acordo com dados de consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa. No entanto, sete estados da federação apresentam aceleração do número de óbitos e a capital amazonense, Manaus, vive uma segunda onda de infecções, revelou estudo da Fiocruz. Ao todo, o Brasil registra 141.776 mortes e 4.731.915 casos de COVID-19.

    Pessoas lotam bares em Manaus, antes da reimposição de restrições em função da segunda onda de infecções por COVID-19, 25 de setembro de 2020
    © REUTERS / Bruno Kelly
    Pessoas lotam bares em Manaus, antes da reimposição de restrições em função da segunda onda de infecções por COVID-19, 25 de setembro de 2020

    Governo deve apresentar proposta ao Congresso de criação de novo imposto

    Nesta segunda-feira (28), o governo federal deve apresentar segundo bloco de propostas para a reforma tributária ao Congresso Nacional, informou o portal G1. Todas as propostas preveem a criação de novos impostos. Para evitar o desgaste político de restaurar a CPMF, o governo estuda aumentar a arrecadação federal pelo imposto de renda ou mesmo pela tributação de dividendos. Durante a manhã, o presidente Jair Bolsonaro vai se reunir com líderes do governo em Brasília para finalizar o texto.

    Presidente Jair Bolsonaro durante evento em Brasília, 16 de setembro de 2020
    © Folhapress / Pedro Ladeira
    Presidente Jair Bolsonaro durante evento em Brasília, 16 de setembro de 2020

    Biden mantém vantagem e Trump se prepara para contestar eleições de novembro

    Neste domingo (28), pesquisa de intenção de votos apontou que o candidato do Partido Democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, tem sete pontos de vantagem sob o atual presidente dos EUA, Donald Trump, de acordo com levantamento da Real Clear Politics. Em resposta, a equipe de campanha de Trump contratou dezenas de advogados para monitorar as eleições de novembro, reportou o jornal Politico. Há expectativa de que a campanha de Trump conteste o resultado eleitoral, questionando a autenticidade de votos submetidos pelos correios.

    Presidente norte-americano, Donald Trump durante briefing à imprensa na Casa Branca, Washington, EUA, 27 de setembro de 2020
    © REUTERS / Ken Cedeno
    Presidente norte-americano, Donald Trump durante briefing à imprensa na Casa Branca, Washington, EUA, 27 de setembro de 2020

    Nagorno-Karabakh reporta mais 15 baixas militares em conflito com Azerbaijão

    Nesta segunda-feira (28), "conflitos intensos" entre Armênia e Azerbaijão "continuaram durante a madrugada", em função da posse da região disputada de Nagorno-Karabakh, informou porta-voz do Ministério da Defesa da Armênia. De acordo com autoridades regionais, os conflitos teriam deixado mais 15 militares armênios mortos, totalizando 32 baixas militares e mais de 100 feridos. Neste domingo (27), Armênia e Azerbaijão se engajaram em hostilidades em escala sem precedentes desde 1994, gerando instabilidade na região sul do Cáucaso, importante corredor de gasodutos que abastecem petróleo e gás aos mercados mundiais.

    Foto concedida pelo Ministério das Relações Exteriores da Armênia mostra homem ferido recebendo atendimento médico em Nagorno-Karabakh, 27 de setembro de 2020
    © Foto / Ministério das Relações Exteriores da Armênia
    Foto concedida pelo Ministério das Relações Exteriores da Armênia mostra homem ferido recebendo atendimento médico em Nagorno-Karabakh, 27 de setembro de 2020

    Diretora financeira da Huawei volta aos tribunais para audiência sobre extradição para EUA

    Nesta segunda-feira (28), a diretora financeira da gigante de comunicações chinesa Huawei, Meng Wanzhou, deve se apresentar em corte canadense para audiência sobre extradição para os EUA. A diretora, que é filha do dono da empresa, é acusada pelos EUA de violar sanções norte-americanas impostas contra o Irã. Em 2018, Meng foi detida por mandado de prisão norte-americano, enquanto fazia uma conexão no aeroporto canadense de Vancouver. O caso gerou deterioração nas relações entre Canadá e China.

    Diretora financeira da Huawei, Wanzhu Meng no 6° Fórum Anual de Investimento de Capital VTB Rússia chama
    © Sputnik / Alexei Druzhinin
    Diretora financeira da Huawei, Wanzhu Meng no 6° Fórum Anual de Investimento de Capital VTB "Rússia chama"

    Rússia continuará desenvolvendo sua indústria nuclear, diz Putin

    Nesta segunda-feira (28), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que seu país vai continuar desenvolvendo o potencial de sua indústria nuclear, em resposta aos novos desafios geopolíticos e tecnológicos do século XXI. "A história prova que grandes feitos em áreas complexas como a nuclear não são acidentais, mas, sim, apoiados por institutos de ciência e engenharia, [...] educação de qualidade e treinamento de funcionários", declarou Putin. "O atual dinamismo do complexo nuclear nacional, o fato de que se tornou novamente uma área atrativa para trabalhar e cativante para os jovens, mostra que a Rússia tem um grande potencial." Nesta segunda-feira (28), a Rússia comemora os 75 anos do Dia do Trabalhador da Indústria Nuclear.

    Mais:

    VÍDEOS mostram escalada do conflito militar entre Armênia e Azerbaijão
    Rússia apela para um cessar-fogo imediato em Nagorno-Karabakh
    Twitter remove agência de notícias RIA Novosti de seu sistema de busca
    Tags:
    Jair Bolsonaro, reforma tributária, Canadá, Huawei, Nagorno-Karabakh, Azerbaijão, Armênia, Donald Trump, Joe Biden, eua, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar