13:01 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    0 220
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil está de olho nas notícias mais importantes desta terça-feira (15), na qual Pazuello será efetivado no cargo de ministro da Saúde, Israel, EAU e Bahrein devem assinar acordo histórico na Casa Branca e secretário-geral da ONU pede que Rússia e EUA prolonguem acordo de controle de armas nucleares.

    Após 3 meses como interino, Pazuello será efetivado no cargo de ministro da Saúde

    Nesta terça-feira (15), o general do Exército Eduardo Pazuello, que ocupa interinamente o cargo de ministro da Saúde desde 3 de junho, será efetivado no cargo. A cerimônia de posse está marcada para as 17h00, no Palácio do Planalto. A efetivação vem após uma semana de tendência de queda no número de mortes pela COVID-19 no Brasil. Nesta segunda-feira (14), a média móvel de novas mortes ficou estável em 731 óbitos. O Brasil registra 4.349.544 casos e 132.117 mortes pela COVID-19, de acordo com consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.

    Ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello em lançamento das Ações em Saúde em Defesa da Vida na Universidade Unichristus, Fortaleza, Brasil, 11 de setembro de 2020
    © Folhapress / Caio Rocha
    Ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello em lançamento das Ações em Saúde em Defesa da Vida na Universidade Unichristus, Fortaleza, Brasil, 11 de setembro de 2020

    Em nova denúncia, PGR acusa Witzel de integrar organização criminosa

    Nesta segunda-feira (14), a Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou nova denúncia contra o governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). De acordo com a subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, que assinou a denúncia, Witzel seria parte de uma organização criminosa que, a partir de "esquema ilícito de contratação de organizações sociais na área de saúde, tinha por pretensão angariar quase R$ 400 milhões de valores ilícitos". O Ministério Público solicitou que Witzel perdesse definitivamente o cargo e pagasse indenização de R$ 100 milhões aos cofres públicos. A defesa de Witzel criticou o "vazamento de processo sigiloso" para atingi-lo politicamente.

    Estudantes de escola particular durante o primeiro dia de aula, Rio de Janeiro, Brasil, 14 de setembro de 2020
    © REUTERS / Ricardo Moraes
    Estudantes de escola particular durante o primeiro dia de aula, Rio de Janeiro, Brasil, 14 de setembro de 2020

    Casa Branca recebe Israel, EAU e Bahrein para assinatura de acordo histórico

    Nesta terça-feira (14), representantes de Israel, Emirados Árabes Unidos (EAU) e Bahrein devem assinar acordo de normalização de relações diplomáticas na Casa Branca, em Washington. Os países do golfo Pérsico serão a terceira e quarta nações árabes a assinar acordo com Israel, após Egito e Jordânia. A cerimônia contará com a presença do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, dos ministros das Relações Exteriores dos EAU e de Bahrein e do presidente norte-americano, Donald Trump, que apresentará a assinatura como vitória diplomática, em meio à campanha presidencial nos EUA.

    Bandeiras dos EUA, Emirados Árabes Unidos, Israel e Bahrein são hasteadas na cidade israelense de Netanya, 14 de setembro de 2020
    © REUTERS / Nir Elias
    Bandeiras dos EUA, Emirados Árabes Unidos, Israel e Bahrein são hasteadas na cidade israelense de Netanya, 14 de setembro de 2020

    TikTok apresenta proposta a autoridades dos EUA para sanar 'preocupações com segurança'

    Nesta segunda-feira (14), o TikTok enviou proposta ao Tesouro dos EUA para solucionar suas "preocupações com segurança". "A proposta garantiria a continuidade do fornecimento de entretenimento e conectividade para a comunidade de 100 milhões de pessoas nos EUA que ama o TikTok", disse a empresa em comunicado. De acordo com a proposta, a empresa norte-americana Oracle, especializada em segurança tecnológica, atuaria como um "parceiro de confiança" do aplicativo nos EUA. Em 20 de setembro, expira o prazo imposto pelo presidente dos EUA, Donald Trump, para que o TikTok venda suas operações nos EUA para uma empresa norte-americana, sob pena de ser banido do país.

    Smartphone com logotipo do TikTok ao lado de tela com símbolo da empresa norte-americana Oracle, 14 de setembro de 2020
    © REUTERS / Dado Ruvic
    Smartphone com logotipo do TikTok ao lado de tela com símbolo da empresa norte-americana Oracle, 14 de setembro de 2020

    Presidente das Filipinas critica farmacêuticas por pagamento adiantado para vacinas

    Nesta segunda-feira (14), o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, declarou que vai priorizar compra de vacinas produzidas por Rússia e China, uma vez que empresas farmacêuticas de países ocidentais demandam pagamento adiantado por produto ainda não desenvolvido. "Uma coisa errada sobre os países ocidentais é que tudo gira em torno de lucro, lucro, lucro", declarou Duterte, conforme reportou a Reuters. Lei filipina impede que o governo compre produtos ainda inexistentes ou em desenvolvimento. De acordo com o Banco Asiático de Desenvolvimento, a economia filipina deve contrair 7,3% em 2020, em função da pandemia de COVID-19.

    Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte durante reunião com o ministro da Defesa da China, Wei Fenghe, em Manila, Filipinas, 11 de setembro de 2020
    © AFP 2020 / Toto Lozano
    Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte durante reunião com o ministro da Defesa da China, Wei Fenghe, em Manila, Filipinas, 11 de setembro de 2020

    Secretário-geral da ONU pede que Rússia e EUA estendam acordo de controle de armas nucleares

    Nesta terça-feira (15), o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, pediu para que Rússia e EUA estendam o acordo de controle de armas nucleares Novo START por mais cinco anos. "A extensão do Novo START [...] está entre as prioridades internacionais de segurança mais urgentes neste momento", uma vez que permite a imposição de "limites verificáveis nos dois maiores arsenais nucleares do mundo", disse Guterres à Sputnik. O Novo START é o último acordo entre EUA e Rússia para controle de armas nucleares estratégicas em vigor e expira em fevereiro de 2021.

    Mais:

    Recém-amigos: ex-agente do Mossad conta como Israel e EAU chegaram a acordo de paz
    Recado para Rússia e China? EUA enviarão 150 caças F-35 e F-22 para o Ártico, diz senador
    Conflito entre Índia e China em fronteira no Himalaia 'não pode ser descartado', diz especialista
    Tags:
    Bahrein, EAU, Israel, EUA, China, Filipinas, COVID-19, pandemia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar