13:18 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    0 441
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais relevantes desta segunda-feira (24), marcada pela ameaça de Bolsonaro a jornalista, pela cooperação da Rússia com a Coreia do Sul, pelo dia mais frio no RJ, pela explosão de um gasoduto em Damasco, pelo avanço da COVID-19 e pelos protestos na Bielorrússia.

    COVID-19 segue avançando no Brasil

    O Brasil registrou até agora 114.772 mortes e mais de 3,6 milhões de casos confirmados, conforme o consórcio de veículos de imprensa. Além disso, o país apresenta crescimento no número de mortes em cinco estados e no Distrito Federal. Nas últimas 24 horas, são 494 novas mortes registradas e 23.421 novos casos registrados.

    Vítima da COVID-19 é levada ao cemitério de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro
    © REUTERS / PILAR OLIVARES
    Vítima da COVID-19 é levada ao cemitério de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro

    Bolsonaro ameaça 'encher boca' de jornalista de 'porrada'

    O presidente brasileiro Jair Bolsonaro ameaçou "encher a boca" de um jornalista de "porrada" após ser questionado sobre os repasses de R$ 89 mil do ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz, à primeira-dama. O episódio ocorreu neste domingo (23) em frente da Catedral Metropolitana de Brasília. Entidades de imprensa e organizações de direitos humanos condenaram a ameaça feita pelo presidente Jair Bolsonaro.

    Presidente Jair Bolsonaro fala com a imprensa ao sair do Palácio da Alvorada, em Brasília, segurando um exemplar da Folha de S.Paulo
    © Folhapress / Pedro Ladeira
    Presidente Jair Bolsonaro fala com a imprensa ao sair do Palácio da Alvorada, em Brasília, segurando um exemplar da Folha de S.Paulo

    Rio de Janeiro registra dia mais frio do inverno

    A cidade do Rio de Janeiro registrou a menor temperatura do inverno do estado na madrugada de domingo (23), chegando aos 11 ºC. Nessa segunda-feira (24), há previsão de chuva fraca, isolada, nos períodos da madrugada e da noite, devendo baixar para 10 ºC.

    Rio de Janeiro
    © AP Photo / Silvia Izquierdo
    Rio de Janeiro

    Damasco sofre apagão após explosão em gasoduto

    A explosão em um gasoduto na região de Damasco, que abastece o Sul da Síria, provocou um apagão total no país. Segundo o ministro do Petróleo e Recursos Minerais, Ali Ghanem, a explosão pode ter sido causada por um ato terrorista. O duto atingido é o principal que liga o Sul da Síria ao resto do país. Esta foi a sexta vez que um incidente deste tipo ocorreu na região.

    Bombeiros tentam apagar fogo após explosão em gasoduto, em Damasco
    © AP Photo / SANA
    Bombeiros tentam apagar fogo após explosão em gasoduto, em Damasco

    Coreia do Sul busca acordo de cooperação militar com a Rússia

    Os sul-coreanos querem um acordo de cooperação militar com a Rússia, envolvendo a tecnologia de aeronaves russas de quinta geração, drones e exploração do espaço. O interesse sul-coreano surge em meio à crescente ameaça na península coreana. Seul espera assinar um memorando de entendimento na esfera militar com a Rússia durante a visita do presidente russo, Vladimir Putin, aguardada para este ano. O diplomata sul-coreano Kim Young Wook afirmou que o país está desenvolvendo seus próprios caças e que seria importante contar com a cooperação militar russa. Além disso, o diplomata revelou que a Coreia do Sul pretende desenvolver tecnologias espaciais e, por isso, gostaria de contar com a experiência e tecnologias russas nesta esfera.

    Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in
    © REUTERS / Chung Sung-Jun
    Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in

    Oposição ignora ameaça do Exército e segue protestando em Minsk

    Mesmo após advertências dos militares, manifestantes ocuparam as ruas de Minsk, exigindo a libertação de presos políticos, bem como a renúncia de Aleksandr Lukashenko, que está no poder há 26 anos. Lukashenko venceu as eleições com mais de 80% dos votos a seu favor, gerando protestos massivos em toda a Bielorrússia desde 10 de agosto.

    Lukashenko chega à sua residência presidencial armado com fuzil
    © AP Photo / Emissora estatal da Bielorrússia
    Lukashenko chega à sua residência presidencial armado com fuzil

    Mais:

    Israel barra entrada da maioria das mercadorias na Faixa de Gaza, diz Palestina
    Qatar busca desenvolver cooperação militar com a Rússia, diz coronel qatarense
    Secretário de Estado dos EUA inicia tour pelo Oriente Médio e África
    Tags:
    Damasco, explosão, Coreia do Sul, Rússia, Aleksandr Lukashenko, exército, ameaças, jornalista, Brasil, Jair Bolsonaro, novo coronavírus, COVID-19, protestos, Bielorrússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar