14:26 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    0 360
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais importantes desta quinta-feira (6), marcada pela visita de Macron a uma Beirute devastada por forte explosão, por ataque a uma base norte-americana na Síria e pelos 75 anos do bombardeio nuclear da cidade japonesa de Hiroshima.

    Bolsonaro deve assinar MP que destina quase R$ 2 bilhões à vacina contra COVID-19 

    Nesta quinta-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro deve assinar medida provisória (MP) que destina quase R$ 2 bilhões ao desenvolvimento de vacina contra COVID-19. Segundo o portal UOL, os recursos devem ser destinados à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que selou parceria com a farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca para compra e transferência de tecnologia de vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, do Reino Unido. Nas últimas 24 horas, o Brasil confirmou mais 1.322 mortes por COVID-19, ultrapassando os 97 mil óbitos. Segundo país mais atingido pela doença mundialmente, o Brasil registra 2.862.761 infecções pelo novo coronavírus.

    Presidente Jair Bolsonaro (à direita) e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, durante cerimônia de inauguração do programa Mais Luz para a Amazônia, em Brasília, 5 de agosto de 2020
    © REUTERS / Adriano Machado
    Presidente Jair Bolsonaro (à direita) e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, durante cerimônia de inauguração do programa Mais Luz para a Amazônia, em Brasília, 5 de agosto de 2020

    Banco Central reduz juros a 2% ao ano, menor nível da história

    Nesta quarta-feira (5), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central do Brasil cortou a taxa básica de juros (Selic) de 25% para 2% ao ano. A redução de 0,25 ponto percentual levou a taxa ao patamar mais baixo desde o início da série histórica, em 1996. A decisão foi tomada por unanimidade e era esperada pelos analistas de mercado. Esse foi o nono corte seguido na taxa Selic e o quinto realizado no ano de 2020. Em informe, o Copom sinalizou que essa pode ser a última redução na taxa, encerrando o ciclo de queda na Selic que teve início em junho do ano passado.

    Explosão na zona portuária de Beirute deixa pelo menos 137 mortos e 5 mil feridos

    O número de mortos após forte explosão que atingiu a capital do Líbano, Beirute, subiu para 137 e o número de vítimas para cinco mil, informou o ministro da Saúde libanês, Hamad Hasan, nesta quinta-feira (5). O presidente francês, Emmanuel Macron, realizará visita ao país árabe para contribuir com os esforços de arrecadação de fundos para a reconstrução de Beirute e defesa de reformas econômicas no país, informou o Palácio do Eliseu nesta quinta-feira (5). O Ministério para Situações de Emergência da Rússia, por sua vez, anunciou o envio de cinco aviões com suprimentos para as vítimas da catástrofe.

    Facebook e Twitter retiram postagem de Trump alegando desinformação

    Nesta quarta-feira (6), o Facebook retirou vídeo postado pela equipe de campanha de Donald Trump alegando violação das políticas da empresa. No vídeo, Trump afirma que crianças são "praticamente imunes" ao coronavírus. "O vídeo inclui alegações falsas de que um grupo de pessoas é imune à COVID-19, o que consiste em violação das nossas políticas sobre desinformação prejudicial sobre COVID-19", informou porta-voz do Facebook. O mesmo vídeo foi retirado do Twitter. A Casa Branca não comentou a medida adotada pelas redes sociais.

    Presidente dos EUA, Donald Trump durante briefing diário à imprensa na Casa Branca, Washington, EUA, 5 de agosto de 2020
    © REUTERS / Joshua Roberts
    Presidente dos EUA, Donald Trump durante briefing diário à imprensa na Casa Branca, Washington, EUA, 5 de agosto de 2020

    Prefeito de Hiroshima pede que Japão assine Tratado sobre Proibição de Armas Nucleares

    Nesta quinta-feira (6), o Japão marca os 75 anos do bombardeio nuclear da cidade de Hiroshima com cerimônias reduzidas em função do novo coronavírus. Em discurso, o prefeito de Hiroshima, Kazumi Matsui, pediu que o Japão assinasse o Tratado sobre Proibição de Armas Nucleares, elaborado com ativa participação do Brasil. "Queremos que o governo japonês atente aos sentimentos dos sobreviventes do bombardeio e assine o tratado." Em 6 de agosto de 1945, os EUA bombardearam a cidade de Hiroshima com uma bomba atômica, matando 146 mil pessoas. Em 9 de agosto, um segundo bombardeio nuclear atingiu a cidade de Nagasaki, matando 80 mil pessoas.

    Prefeito de Hiroshima, Kazumi Matsui, recebe lista com nomes das vítimas do ataque nuclear de 6 de agosto de 1945, durante cerimônia em memorial, Hiroshima, Japão, 6 de agosto de 2020
    KYODO
    Prefeito de Hiroshima, Kazumi Matsui, recebe lista com nomes das vítimas do ataque nuclear de 6 de agosto de 1945, durante cerimônia em memorial, Hiroshima, Japão, 6 de agosto de 2020

    Base ilegal dos EUA na Síria é atacada com mísseis, diz mídia local

    Uma base ilegal norte-americana instalada na província de Al-Hasakah, no nordeste da Síria, foi atacada com mísseis nesta quinta-feira (6), informou o jornal local Al-Watan. A base, localizada na cidade de Al-Shaddadi, teria sido atacada com mísseis lançados por um grupo ainda não identificado. Bases norte-americanas ilegalmente instaladas na Síria têm sido alvos recorrentes de ataques nos últimos meses. O governo sírio considera a presença norte-americana em seu território ilegal e uma ameaça à gestão soberana de seus recursos naturais, como petróleo e gás.

    Mais:

    Trump muda discurso e diz que 'ninguém sabe' o que causou explosão em Beirute
    Exército dos EUA revela novo VÍDEO do impacto de míssil hipersônico lançado no Havaí
    Nitrato de amônio pode ter causado explosão em Beirute: o que se sabe até agora?
    Tags:
    COVID-19, pandemia, Líbano, Beirute, Brasil, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar