08:41 03 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    0 281
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais importantes desta quinta-feira (25), marcada pelo plano do Ministério da Saúde para aumentar número de testes de COVID-19, pela surpreendente proposta de Maduro de referendo para terminar seu próprio mandato e pelo voto na Rússia sobre emendas à Constituição.

    Ministério da Saúde reconhece aumento nos casos de COVID-19

    Nesta quarta-feira (25), o Ministério da Saúde anunciou plano para ampliar a realização de testes de COVID-19 e reconheceu que o número de casos da doença continua a subir no país. Ao contrário do "platô" na notificação de novos casos esperado pela pasta, houve um aumento de 22% no número de novas contaminações na última semana. De acordo com dados do ministério, o Brasil registra agora 1.192.474 casos de COVID-9 e 53.874 vítimas fatais.

    Funcionário do governo de São Paulo analisa dados da Organização Mundial da Saúde em gabinete de crise, na capital paulista, 23 de junho de 2020
    © REUTERS / Amanda Perobelli
    Funcionário do governo de São Paulo analisa dados da Organização Mundial da Saúde em gabinete de crise, na capital paulista, 23 de junho de 2020

    Senado aprova iniciativa privada no setor de saneamento básico

    O Senado federal aprovou projeto de novo marco regulatório para o saneamento básico, que permite a participação de empresas privadas no setor. O projeto foi aprovado com 65 votos a favor e 13 contrários. Para os senadores que aprovam a medida, a participação da iniciativa privada deve acelerar a universalização do saneamento básico no Brasil. Já os opositores acreditam que não haverá incentivo para levar saneamento às regiões mais carentes e temem aumento nas contas de água e na tarifa de esgoto. 

    Maduro diz que Venezuela pode realizar referendo sobre sua presidência

    O presidente venezuelano, Nicolas Maduro, disse que está disposto a realizar um referendo sobre a sua permanência no cargo de presidente do país, em 2022, caso apoiadores da proposta consigam reunir as assinaturas necessárias para lançar o pleito. "Em 10 de janeiro de 2022, será possível começar a juntar assinaturas a favor de um referendo para retirar o mandato do presidente. Eles [os apoiadores da ideia] podem ir para as ruas começar a juntar as assinaturas", disse Maduro em pronunciamento em rede nacional, disponibilizado em sua conta no Twitter, na noite desta quarta-feira (24).

    Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, durante evento no palácio Miraflores, na capital Caracas, 22 de junho de 2020
    © REUTERS / Palácio Miraflores
    Presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, durante evento no palácio Miraflores, na capital Caracas, 22 de junho de 2020

    ONU, países europeus e árabes alertam contra anexação planejada por Israel

    O secretário-geral da ONU pediu para que "o governo israelense abandone seus planos de anexação" do Vale do rio Jordão, que podem ser anunciados na próxima semana, pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Alemanha, Bélgica, Estônia, França, Irlanda, Noruega e Reino Unido emitiram comunicado conjunto, alertando que a anexação "prejudicaria de forma severa" a paz no Oriente Médio. O secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul Gheit, disse que a decisão "destruiria qualquer perspectiva de paz futura". De acordo com resoluções da ONU, a região a ser anexada, rica em recursos hídricos, deveria pertencer ao Estado da Palestina.

    Palestino argumenta com soldado israelense sobre plano de Tel-Aviv de anexar o Vale do Rio Jordão, em 24 de junho de 2020
    © REUTERS / Mohamad Torokman
    Palestino argumenta com soldado israelense sobre plano de Tel-Aviv de anexar o Vale do Rio Jordão, em 24 de junho de 2020

    Departamento de Justiça dos EUA endurece acusações contra Assange

    O Departamento de Justiça dos EUA (DOJ, na sigla em inglês) reforçou as acusações contra o jornalista fundador do Wikileaks, Julian Assange, nesta quarta-feira (24). Os EUA acusam Assange de recrutar hackers e de obter "acesso não autorizado ao sistema de computadores de um país membro da OTAN". As novas acusações reforçam os argumentos do departamento, que acusa Assange de cometer 18 crimes nos EUA. O Wikileaks classificou os novos argumentos de "nova tentativa patética do DOJ de enganar o público". O jornalista australiano está detido em uma prisão de segurança máxima no Reino Unido, aonde aguarda julgamento de extradição para os EUA.

    Aeronave A-50 russa sobrevoa catedral durante a Parada dos 75 anos do Dia da Vitória, em Moscou, 24 de junho de 2020
    © REUTERS / Evgenia Novozhenina
    Aeronave A-50 russa sobrevoa catedral durante a Parada dos 75 anos do Dia da Vitória, em Moscou, 24 de junho de 2020

    Rússia dá largada para consulta popular sobre emendas à Constituição

    Nesta quinta-feira (25), a Rússia inicia a consulta popular sobre propostas de emendas à Constituição do país. Os cidadãos terão uma semana para se dirigir aos colégios eleitorais, respeitando as normas sanitárias. Nas cidades de Moscou e Nizhni Novgorod, mais de 1,2 milhões de eleitores optaram pelo voto on-line. Os cidadãos devem opinar sobre uma série de propostas de emendas constitucionais, sobre temas como aposentadoria, seguridade social, divisão de competências entre os poderes executivo e legislativo, e duração dos mandatos presidenciais.

    Mais:

    EUA ameaçam Rússia e China com isolamento na ONU em caso de bloqueio de sanções contra Irã
    Cientista vê possível ligação entre invasão de gafanhotos e mudanças no clima
    Estabelecer presença em águas distantes: Irã está criando nova base no oceano Índico
    Tags:
    anexação, Palestina, Julian Assange, israel, Venezuela, Ministério da Saúde, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar