12:47 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    1300
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais relevantes desta terça-feira (16), na qual novo grupo de beneficiários deve receber auxílio da Caixa, Pequim entra em estado de alerta por causa da COVID-19 e Pyongyang demole escritório de comunicação com a Coreia do Sul.

    Liderado pelos EUA e América Latina, casos de COVID-19 mundiais passam os 8 milhões

    O número de casos de COVID-19 ultrapassou os oito milhões mundialmente, com elevado número de novos casos confirmados na América Latina e EUA. Mais de 434 mil pessoas faleceram em função do novo coronavírus em todo o mundo, número que dobrou somente nas últimas sete semanas, informou a Universidade de Washington (EUA). No Brasil, o segundo país mais atingido pela COVID-19 mundialmente, o consórcio de veículos de imprensa e secretarias estaduais de saúde contabilizou 44.118 vítimas fatais e 891.556 casos de COVID-19 no país. De acordo com o Ministério da Saúde, a taxa de letalidade no Brasil é de 4,9%.

    Novos beneficiários devem receber hoje 1ª parcela de auxílio emergencial de R$ 600

    Nesta terça-feira, a Caixa Econômica Federal deve realizar o repasse da primeira parcela do auxílio emergencial para parte dos novos aprovados para receber o benefício. Cerca de 2,4 milhões de novos aprovados que nasceram entre janeiro e junho devem receber o auxílio hoje. Amanhã (17) será a vez dos 2,5 milhões de novos beneficiários nascidos entre julho e dezembro. A Caixa já repassou R$ 76,6 bilhões para 56,6 milhões de pessoas, segundo dados compilados até o dia 13 de junho.

    Agentes de saúde realizam testes para a COVID-19 em taxistas do Rio de Janeiro, 15 de junho de 2020
    © REUTERS / Ricardo Moraes
    Agentes de saúde realizam testes para a COVID-19 em taxistas do Rio de Janeiro, 15 de junho de 2020

    Prefeito de Atlanta anuncia reforma imediata da polícia após morte de Rayshard Brooks

    O prefeito da cidade norte-americana de Atlanta anunciou nesta segunda-feira (15) a realização imediata de reformas no sistema policial e na política de segurança da cidade, após o assassinato de Rayshard Brooks pela polícia da municipalidade. A morte ocorreu em meio à onda de protestos nos EUA em memória de George Floyd, homem negro vítima da violência policial. Em São Paulo, dois ônibus e quatro trólebus foram incendiados nesta terça-feira, após a morte de Guilherme Silva Guedes, de 15 anos, que teria sido baleado por policiais militares na Vila Clara, bairro da zona sul da cidade.

    Polícia Militar de São Paulo reage a protestos em memória de Guilherme Silva Guedes, de 15 anos, na zona sul de São Paulo, 15 de junho de 2020
    © REUTERS / Amanda Perobelli
    Polícia Militar de São Paulo reage a protestos em memória de Guilherme Silva Guedes, de 15 anos, na zona sul de São Paulo, 15 de junho de 2020

    Moradores de Pequim terão acesso restrito a outras províncias da China

    Nesta terça-feira (16), as autoridades de Pequim proibiram as pessoas que tiveram contato com pacientes de COVID-19 de deixar a capital do país. Após a detecção de 106 novos casos de COVID-19, aparentemente oriundos do mercado de alimentos de Xinfadi, a capital está em estado de alerta. As escolas foram fechadas, os casamentos cancelados e alguns bairros de alto risco instituíram postos de controle 24 horas. Xangai, que foi convidada para receber duas corridas de Fórmula 1, impôs quarentena de duas semanas a qualquer indivíduo oriundo da capital.

    Policiais usando máscaras na frente do mercado de Xinfadi, na capital da China, Pequim, 16 de junho de 2020
    © REUTERS / Tingshu Wang
    Policiais usando máscaras na frente do mercado Xinfadi, na capital da China, Pequim, 16 de junho de 2020

    Coreia do Norte estuda enviar tropas para zona desmilitarizada, informa a KCNA

    O Estado-Maior do Exército da Coreia do Norte anunciou nesta terça-feira (16) estar considerando a possibilidade de enviar tropas à zona desmilitarizada da fronteira com a Coreia do Sul, informou a agência de notícias KCNA. A porta-voz do Ministério da Defesa de Seul, Choi Hyun-soo, declarou que a Coreia do Sul "está levando a situação bastante a sério", assegurando que "nossas Forças Armadas mantêm uma postura de alerta para poder responder à situação". Pouco depois, uma explosão foi registrada na Coreia do Norte, indicando que Pyongyang tenha demolido o escritório de comunicação intercoreana perto da fronteira. Leia mais sobre a explosão

    Soldado norte-coreano no posto de fronteira da zona desmilitarizada entre as Coreias, próximo à cidade de Paju, na Coreia do Sul, 16 de junho de 2020
    © REUTERS / Kim Hong-Ji
    Soldado norte-coreano no posto de fronteira da zona desmilitarizada entre as Coreias, próximo à cidade de Paju, na Coreia do Sul, 16 de junho de 2020

    Testes da vacina contra a COVID-19 em humanos devem começar na Rússia, disse ministério

    A primeira rodada de testes em humanos da vacina contra a COVID-19 desenvolvida na Rússia deve ter início nos próximos dias, à medida que termina a quarentena de duas semanas imposta aos voluntários do estudo, informou o Ministério da Defesa da Rússia, nesta terça-feira (16). O ministério irá conduzir os testes em parceria com o Centro Nacional de Pesquisa Epidemiológica e Microbiológica Gamaleya. "Nos próximos dias, assim que terminar o isolamento de duas semanas, o primeiro grupo de voluntários será vacinado. O objetivo principal é observar a segurança e tolerância aos compostos da vacina", informou o ministério.

    Mais:

    'Estamos em outro estágio de censura', diz médico que lutou contra epidemia de meningite no Brasil
    Trump anuncia retirada de quase 10 mil soldados dos EUA da Alemanha
    Militares da reserva lançam manifesto criticando Celso de Mello e exaltando generais
    Tags:
    Rússia, vacina, Coreia do Norte, São Paulo, violência, EUA, China, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar