22:57 29 Março 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    2251
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil está de olho nos assuntos mais relevantes desta quinta-feira (26), marcada pelo apoio dos governadores à lei de renda mínima para todos, pela retirada das tropas francesas do Iraque e pela suspensão dos movimentos das Forças Armadas dos EUA no exterior, em função da COVID-19.

    Coronavírus no Brasil

    Nesta quinta-feira (26), o primeiro caso de coronavírus no Brasil completa um mês. Os dados mais recentes apontam para 2,5 mil infectados, com 225 novos casos confirmados somente nesta quarta-feira (25) e 59 vítimas fatais. Santa Catarina registrou a primeira morte por COVID-19 na noite desta quarta-feira (25). A vítima é um catarinense de 86 anos, que morreu em São José, na Grande Florianópolis.

    Governadores pedem aplicação da lei de renda mínima universal

    26 dos 27 governadores brasileiros, reunidos em videoconferência para tratar da pandemia de COVID-19, defenderam a aplicação da lei que garante uma renda mínima universal para todos os brasileiros. A lei, sancionada em 2005 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, prevê o "direito de todos os brasileiros residentes no país e estrangeiros residentes há pelo menos 5 (cinco) anos, não importando sua condição socioeconômica, receberem, anualmente, um benefício monetário".

    Norte-americano abraça sua amiga brasileira antes de embarcar para os EUA, no aeroporto internacional de Brasília, 25 de março de 2020
    © REUTERS / Adriano Machado
    Norte-americano abraça sua amiga brasileira antes de embarcar para os EUA, no aeroporto internacional de Brasília, 25 de março de 2020

    Exércitos ocidentais suspendem movimentações em função do coronavírus

    O secretário de Defesa dos EUA, Mark Esper, emitiu ordem para suspender todas as viagens e movimentos das Forças Armadas do país no exterior por 60 dias, em função da propagação do novo coronavírus. No entanto, a retirada de tropas dos EUA do Afeganistão deve continuar. A França ordenou a repatriação de seus soldados mobilizados no Iraque, mas informou que seguirá realizando operações aéreas a partir de sua base na Jordânia.

    Espanha ultrapassa China em número de mortes pela COVID-19

    Madri registrou 738 mortes em função do novo coronavírus em somente 24 horas, um aumento de mais de 27% em relação ao dia anterior. A Espanha ultrapassou a China em número de vítimas fatais e é o segundo país com mais mortes no mundo, atrás somente da Itália. Roma, por sua vez, registrou queda no número de novos casos pelo quarto dia consecutivo.

    Senado dos EUA aprova estímulo de US$ 2 trilhões para combater pandemia

    O Senado dos EUA aprovou por unanimidade o maior pacote de ajuda econômica da história do país, que prevê US$ 2 trilhões (cerca de R$ 10 trilhões) em ajuda aos cidadãos e empresas norte-americanas, que devem enfrentar dificuldades econômicas, em função da COVID-19. Na sexta-feira (27), o projeto deve ser votado pela Câmara dos Deputados, onde a oposição democrata tem a maioria. De acordo com a Universidade John Hopkins (EUA), o país é o terceiro mais afetado pela COVID-19 no mundo, com mais de 1 mil mortes e 69 mil casos.

    Beliches preparados para moradores de rua da cidade de Barcelona, na Espanha, 25 de março de 2020
    © REUTERS / Nacho Doce
    Beliches preparados para moradores de rua da cidade de Barcelona, na Espanha, 25 de março de 2020

    Líderes do G20 devem se reunir em videoconferência para debater coronavírus

    Nesta quinta-feira (26), os líderes das maiores economias do mundo irão se reunir por videoconferência para debater o impacto da pandemia de COVID-19. A reunião, que tem o objetivo de coordenar as respostas dos países, será presidida pelo rei Salman da Arábia Saudita. O diretor-geral de assuntos econômicos da China, Wang Xiaolong, deve relatar a experiência do país no combate ao coronavírus. A Casa Branca confirmou a participação do presidente dos EUA, Donald Trump, no encontro, que deve ter início às 9:00 do horário de Brasília.

    Rússia suspende todos os voos internacionais

    Moscou irá suspender todos os voos internacionais a partir desta sexta-feira (27), para frear a propagação do novo coronavírus. Exceções serão feitas aos voos fretados destinados a evacuar cidadãos russos de países afetados pela pandemia. A decisão foi tomada um dia após o presidente do país, Vladimir Putin, decretar uma semana de licença remunerada em toda a Rússia, divulgar medidas de apoio econômico e solicitar aos cidadãos que permaneçam em suas residências. Veja o pronunciamento do presidente russo

    Mais:

    Mais de 15 países querem remédio cubano que ajudou China a conter COVID-19 (VÍDEO)
    Forte terremoto ocasiona caos e medo de tsunami no Extremo Oriente russo (VÍDEOS)
    MP que altera Lei de Acesso à Informação é medida de 'exceção', critica dirigente da OAB
    Tags:
    Rússia, COVID-19, renda, EUA, Brasil, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar