23:40 10 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    1291
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil traz as matérias mais relevantes desta segunda-feira (23), marcada pela medida provisória de Bolsonaro que permite a suspensão de contratos de trabalho, pelo primeiro caso de coronavírus na Síria e pela retirada unilateral do Canadá dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

    Coronavírus no Brasil

    De acordo com o balanço divulgado pelas secretarias estaduais de saúde, existem mais de 1,6 mil casos confirmados de coronavírus no Brasil e 25 mortes. 22 das vítimas fatais foram registradas em São Paulo e três no Rio de Janeiro. Neste domingo (22), a Bahia confirmou mais 55 casos e o Pará mais 2 casos.

    MP permite suspensão de contratos de trabalho por 4 meses

    Na noite de domingo (22), o governo federal publicou uma medida provisória (MP) que permite a suspensão de contratos de trabalho por até quatro meses. Neste período, os empregadores poderão deixar de pagar salários a funcionários que precisarem parar de trabalhar. Pelo texto, o empregador pode conceder ajuda compensatória mensal "sem natureza salarial" com o "valor definido livremente entre empregado e empregador". A MP tem força de lei por 60 dias, prorrogáveis pelo mesmo prazo, até ser apreciada pelo Congresso Nacional.

    Xangai diminui estado de alerta e 90% dos pacientes estão curados na China

    Nesta segunda-feira (23), as autoridades da cidade chinesa de Xangai reduziram o nível de gravidade do estado de alerta na cidade, pela primeira vez desde 24 de janeiro. Desde 3 de março, nenhuma transmissão comunitária foi registrada na megalópole, informaram as autoridades. A Comissão Nacional de Saúde da China informou que 90% dos pacientes infectados com coronavírus já se curaram. No domingo, 39 novos casos de coronavírus foram confirmados na China, todos importados, principalmente por estudantes chineses que retornaram ao país. Leia mais sobre a volta para casa dos estudantes chineses.

    Passageiro no metrô de Xangai após a cidade diminuir o nível de alerta para o novo coronavírus, 23 de março de 2020
    © REUTERS / Aly Song
    Passageiro no metrô de Xangai após a cidade diminuir o nível de alerta para o novo coronavírus, 23 de março de 2020

    Síria confirma primeiro caso de novo coronavírus

    Uma mulher de 20 anos recém-chegada do exterior está com COVID-19, informou o ministro da Saúde da Síria, Nizar al-Yaziji, nesta segunda-feira (23). A paciente está em quarentena. Damasco anunciou a paralisação do transporte público, o fechamento de escolas e a suspensão temporária do recrutamento militar. O presidente Bashar Assad publicou, no domingo (22), uma anistia a prisioneiros, a fim de diminuir o risco de contaminação entre a população carcerária.

    Canadá se retira dos Jogos Olímpicos de 2020

    O Canadá decidiu unilateralmente não participar dos Jogos Olímpicos, caso o Comitê Olímpico Internacional (COI) não adie o evento. A Austrália, por sua vez, instruiu seus atletas a se prepararem para os jogos em 2021. Nesta segunda-feira (23), o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, afirmou pela primeira vez que o adiamento dos jogos pode ser "inevitável". O COI anunciou que a decisão final sobre os Jogos Olímpicos será tomada nas próximas quatro semanas.

    Pedestre usando máscara protetora passa por painel informando quantos dias faltam para o início das Olimpíadas de 2020, em Tóquio, no Japão, 23 de março de 2020
    © REUTERS / Issei Kato
    Pedestre usando máscara protetora passa por painel informando quantos dias faltam para o início das Olimpíadas de 2020, em Tóquio, no Japão, 23 de março de 2020

    Moscou impõe quarentena a maiores de 65 e pacientes crônicos

    Nesta segunda-feira (23), o prefeito de Moscou, Sergei Sobyanin, emitiu um comunicado direcionado aos maiores de 65 anos e pessoas com doenças crônicas, solicitando que permaneçam em suas residências. O comunicado institui ajuda financeira mensal a estes grupos e proíbe as operadoras de telefonia e Internet de cortarem o serviço para os moscovitas mais vulneráveis. A Rússia já registrou 438 casos de coronavírus e uma vítima fatal, informou o primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin.

    Mais:

    Coreia do Norte testou novos mísseis que 'mudarão radicalmente' sua defesa
    Exército dos EUA entra em Nova York para conter coronavírus (FOTOS)
    Descoberto novo sintoma para identificar o coronavírus
    Tags:
    China, Síria, Jogos Olímpicos, Rússia, Jair Bolsonaro, Medida Provisória, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar