23:10 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    2222
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil apresenta as matérias mais marcantes desta manhã de sexta-feira (13), para vocês se manterem informados sobre a volatilidade das bolsas de valores, o preço do dólar e possíveis acontecimentos relacionados ao aumento de casos de coronavírus.

    Entrada de estrangeiros nos EUA

    É possível que os Estados Unidos estendam a proibição de entrada de 30 dias para estrangeiros que visitaram 26 municípios europeus duas semanas antes de sua chegada, disse o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca. A medida busca frear a propagação do surto do novo coronavírus. Além disso, Trump informou que pode reduzir o período de proibição de entrada se o surto melhorar na Europa.

    Bolsas de valores

    Nesta sexta-feira (13), as bolsas de valores pelo mundo seguem sendo afetadas pela volatilidade global. As bolsas chinesas já abriram em queda forte, seguindo a tendência de outros mercados. Nas primeiras operações, o índice Hang Seng de Hong Kong caiu 7,36%. Já as bolsas europeias parecem ter se recuperado da queda de quinta-feira (12), operando em alta: Londres (Reino Unido) – 1,24%; Frankfurt (Alemanha) – 1,46%; Madri (Espanha) – 4,38%; Paris (França) – 1,34%; e Milão (Itália) – 1,93%.

    Ataques em andamento no Iraque

    EUA estariam realizando ataques no Iraque após incursão contra coalizão internacional. Duas autoridades norte-americanas confirmaram que contra-ataques operados pelos EUA estão em andamento no território iraquiano, após uma incursão contra a base militar de Camp Taji, no Iraque, que matou pelo menos três militares e feriu outros 12. Segundo a agência de notícias Al-Arabiya, as ofensivas estão ocorrendo na Babilônia, localizada a sudoeste de Bagdá.

    Bolsonaro aguarda resultado de teste para COVID-19

    O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, fez um exame para detecção de coronavírus e está esperando o resultado. O teste foi realizado após o presidente ter feito uma viagem para os EUA com o secretário de comunicação Fabio Wajngarten, que contraiu o vírus.

    Televisão mostra presidente brasileiro Jair Bolsonaro durante declaração sobre o surto de coronavírus (COVID-19), em um bar na periferia do Rio de Janeiro, Brasil, em 12 de março de 2020
    © REUTERS / Ricardo Moraes
    Televisão mostra presidente brasileiro Jair Bolsonaro durante declaração sobre o surto de coronavírus (COVID-19), em um bar na periferia do Rio de Janeiro, Brasil, em 12 de março de 2020

    A primeira-dama Michelle e familiares do presidente também se submeteram ao teste para identificação do coronavírus.

    Suspensão de aulas e eventos?

    Segundo os recentes dados, o número de infectados por coronavírus no Brasil, que tem crescido exponencialmente nos últimos dias, chegou aos 78 casos confirmados. Porém, ainda não há uma ordem oficial do Ministério da Saúde para as suspensões de aulas ou para que eventos sejam cancelados. Até o momento, apenas o governo do Distrito Federal, onde foram confirmados dois casos, adotou medidas restritivas à população.

    Dólar nas alturas

    Após atingir R$ 5 na máxima do dia na quinta-feira (12), o dólar fechou a R$ 4,78 batendo novo recorde de fechamento em mais um dia de turbulência nos mercados. O dólar turismo fechou a R$ 5,0033, sem considerar a cobrança de IOF, sendo vendido em casas de câmbio por valores acima de R$ 5,10.

    Mais:

    EUA realizam ataques no Iraque após incursão contra coalizão
    Trump diz que proibição de viagens da Europa pode ser estendida para além de 30 dias
    Bolsonaro faz pronunciamento sobre o novo coronavírus
    Tags:
    COVID-19, Donald Trump, preço do petróleo, crise financeira, novo coronavírus, Bolsonaro, Bolsa de Valores, Dólar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar