15:17 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    • Vista de fora do hospital de campanha de Bergamo, onde especialistas russos e italianos trabalharão em conjunto no tratamento de pacientes com a COVID-19
    • Leitos no hospital de campanha de Bergamo, onde 200 especialistas russos e italianos atenderão 24 horas por dia pacientes com a COVID-19
    • Bandeiras tremulam no hospital de campanha de Bergamo, Itália, enquanto unidade de saúde se prepara para tratar infectados pela COVID-19 com a ajuda de especialistas russos
    • Hospital de campanha em Bergamo, Itália, no qual 200 especialistas russos e italianos irão atender, examinar e tratar infectados pela COVID-19 dia e noite
    • Equipamentos médicos instalados em um dos quartos do hospital de campanha de Bergamo, onde doentes com a COVID-19 receberão ajuda médica de especialistas italianos e russos
    • Cabines de radiologia para o tratamento de doentes com a COVID-19 no hospital de campanha de Bergamo, Itália, que possui capacidade para 142 infectados pelo coronavírus e contará com a ajuda de especialistas russos
    • Unidade de tratamento intensivo do hospital de campanha de Bergamo, onde 200 especialistas russos e italianos irão prestar atendimento médico a doentes com a COVID-19 na Itália
    • Equipe de funcionários do hospital de campanha de Bergamo em frente a computadores, enquanto unidade hospitalar se prepara para atender pacientes com coronavírus
    • Aparelho de tomografia no hospital de campanha de Bergamo, Itália, onde especialistas russos e italianos irão atender pacientes com a COVID-19 dia e noite
    • Vista externa do hospital de campanha de Bergamo preparado para abrigar 142 infectados pela COVID-19
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Vista de fora do hospital de campanha de Bergamo, onde especialistas russos e italianos trabalharão em conjunto no tratamento de pacientes com a COVID-19.

    Enquanto a Itália se tornou a nação com o maior número de vítimas fatais da pandemia, país abriu hospital de campanha, que contará com o trabalho de especialistas russos.

    Ao total, 142 leitos foram instalados na unidade hospitalar na cidade de Bergamo, na província da Lombardia, local mais castigado pela pandemia na Itália.

    Pelo menos 200 especialistas russos e italianos irão atender, examinar e tratar pacientes e pessoas com suspeita da COVID-19. O regime de trabalho será de 24 horas por dia.

    Ainda em 24 de março, a Itália recebeu virologistas e epidemiologistas da Rússia como parte da ajuda de Moscou no combate ao coronavírus no país europeu.

    Pelos últimos dados, mais de 16,5 mil pessoas morreram com a doença no país, enquanto 132 mil apresentaram teste positivo para o coronavírus, dos quais mais de 22 mil já se recuperaram.

    Tema:
    Mundo lidando com COVID-19 no início de abril de 2020 (153)

    Mais:

    Seriam máscaras realmente eficientes no combate ao coronavírus?
    Hospital de Nova York usará sacos de lixo devido à escassez de equipamentos contra coronavírus
    Inspeção russa em hospital italiano de Bergamo em imagens
    Tags:
    COVID-19, pacientes, hospital, ajuda, Rússia, Itália, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar

    Mais fotos