20:38 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    • Com pouco mais de três milhões de hectares, a Terra Indígena Kayapó abrange os municípios paraenses de Cumaru do Norte, Bannach, Ourilândia do Norte e São Félix do Xingu.
    • Segundo o Ibama, garimpos ilegais representam uma ameaça à saúde pública devido à contaminação por mercúrio, principalmente em regiões como a Amazônia.
    • Ibama realiza operação de combate a garimpo ilegal na Terra Indígena Kayapó, no Pará
    • Grupo Especializado de Fiscalização (GEF) do Ibama realiza operação de combate a garimpo ilegal na Terra Indígena Kayapó, no estado do Pará, Brasil.Foto secom Ibama
    • Helicóptero auxilia chegada da operação contra o garimpo ilegal
    Fotos Públicas / secom Ibama
    Com pouco mais de três milhões de hectares, a Terra Indígena Kayapó abrange os municípios paraenses de Cumaru do Norte, Bannach, Ourilândia do Norte e São Félix do Xingu.

    O Grupo Especializado de Fiscalização (GEF) do Ibama realizou nos últimos dias uma operação de combate ao garimpo ilegal na Terra Indígena Kayapó, no estado do Pará.

    Com pouco mais de três milhões de hectares, a Terra Indígena Kayapó abrange os municípios paraenses de Cumaru do Norte, Bannach, Ourilândia do Norte e São Félix do Xingu. Confira as fotos da operação. 

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar

    Mais fotos