22:07 17 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Fotos

    A violência na Rocinha em nove fotos

    URL curta
    641
    • Um oficial da PM é visto durante tiroteio na Rocinha em 22 de setembro de 2017
    • Cerca de 950 homens do Exército estão na Rocinha.
    • Reforço foi um pedido do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB).
    • As troca de tiros entre facções rivais já duram dias.
    • As autoridades cariocas oferecem R$ 30 mil por informações que levem a prisão de Rogério 157, considerado o chefe do tráfico na Rocinha.
    • Segundo a Secretaria Municipal de Educação, a violência deixou 6.995 alunos sem aulas nesta sexta-feira (22).
    • Foram 26 unidades de ensino com as atividades suspensas.
    • Quero pedir calma e serenidade a todos, disse o prefeito carioca Marcelo Crivella (PRB) por meio de seu Facebook.
    • Comércio da região fechou as portas mais cedo.
    © REUTERS/ Leo Correa
    Um oficial da PM é visto durante tiroteio na Rocinha em 22 de setembro de 2017

    950 homens das Forças Armadas e dez blindados auxiliam cerco a criminosos na Rocinha, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (22). O local tem sido palco de intensos tiroteios.

    A suspeita é de que o tráfico de drogas na Rocinha esteja sendo disputado por grupos dos traficantes Antônio Bonfim Lopes, o Nem, e Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157.

    O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que o envio das Forças Armadas foi um pedido do próprio governador Luiz Fernando Pezão (PMDB).

    Segundo a Secretaria Municipal de Educação, a violência deixou 6.995 alunos sem aulas nesta sexta.

    Mais:

    Tropas do Exército chegam para cerco e combate à guerra de traficantes na Rocinha (VÍDEOS)
    Tragédia na Rocinha poderia ter sido evitada, diz ex-coordenador das UPPs
    Além da Rocinha, Rio de Janeiro registra outros 15 tiroteios nesta sexta
    Ministro da Defesa autoriza envio do Exército para a Rocinha, no Rio de Janeiro
    Tags:
    Raul Jungmann, Luiz Fernando Pezão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Mais fotos