01:44 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    132
    Nos siga no

    Nesta quinta-feira (30), o ex-presidente francês Nicolas Sarkozy foi considerado culpado de financiamento ilegal de sua campanha presidencial de 2012 e condenado a um ano de prisão.

    O ex-presidente da França e outros 13 acusados foram considerados culpados no chamado caso Bygmalion.

    Um tribunal francês concluiu que Sarkozy ultrapassou o limite da conta de sua campanha presidencial em 16.247.509 euros (R$ 101.841.011). O limite foi ultrapassado a partir da 18ª reunião em 31 de março de 2012.

    "A partir dessa data, cada reunião representou um crime", revelou a juíza Caroline Viguier.

    "Nicolas Sarkozy conhecia a quantia do limite máximo legal. Não foi a primeira campanha dele e ele conhecia a lei. Além disso foi notificado por escrito do risco de ultrapassagem por duas notas. E Nicolas Sarkozy continuou suas reuniões nas mesmas condições", segundo a Justiça.

    Sarkozy foi condenado a um ano de detenção que "cumprirá sob regime de vigilância eletrônica", assim ele não vai para uma prisão.

    A decisão do tribunal foi anunciada na ausência do ex-presidente francês. Sarkozy foi representado por seu advogado, Thierry Herzog.

    Caso Bygmalion

    O processo judicial foi denominado caso Bygmalion pela imprensa, usando o nome da agência de relações públicas que fornecia apoio informático à campanha de Sarkozy.

    De acordo com a acusação, a sede de campanha usou contas falsas para reuniões organizadas pela agência Bygmalion para esconder os gastos excessivos com a campanha presidencial.

    No âmbito do processo judicial foram acusadas 14 pessoas. O ex-presidente declarou sua inocência, negando o excesso de gastos na campanha de 2012.

    Mais:

    Homem não identificado atira objeto semelhante a ovo contra Macron (VÍDEO)
    CIA teria considerado assassinar Julian Assange durante presidência de Trump, aponta relatório
    China acusa EUA de 'perseguição política' e de acusações 'totalmente fabricadas' contra Meng Wanzhou
    Ex-líder catalão Puigdemont é liberado, mas terá que aguardar veredicto de tribunal sobre extradição
    Tags:
    França, Nicolas Sarkozy, prisão, tribunal, campanha eleitoral, presidente
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar