22:23 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    11281
    Nos siga no

    Uma equipe de arqueólogos encontrou em um campo no condado britânico de Kent os restos de um foguete V2. Os nazistas lançaram cerca de 3.000 foguetes V2, que tiraram a vida de pelo menos 9.000 pessoas apenas no Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial.

    Os restos do foguete foram encontrados em 20 de setembro em uma cratera de quatro metros de profundidade e 11 metros de largura. O projetil detonou há 77 anos à velocidade de até 5.300 quilômetros por hora, conforme o portal Kent Online.

    "Seus foguetes voavam muito rápido. Se atingir você, nunca saberia nada sobre isso", disse o pesquisador Sean Welch, que encontrou o projétil junto com seu irmão, Colin.

    ​Fragmentos de um foguete V2 encontrados nos campos de Kent.

    Entre as partes do V2 os arqueólogos encontraram uma câmara de combustão que antes continha o oxigênio líquido e uma mistura alcoólica. As pedras travaram a passagem da arma debaixo da terra, por isso os restos estavam mais perto do ponto de impacto.

    "Normalmente esperamos encontrar a maioria dos restos no lado da cratera mais afastado do ponto de entrada, mas quando escavamos ali não havia nada", revelou Colin Welch.

    O foguete V2 foi lançado em 14 de fevereiro de 1944 a partir do território dos Países Baixos e atingiu o Reino Unido em poucos minutos. Como o projetil caiu em um campo aberto, não houve vítimas.

    Agora os especialistas planejam limpar e restaurar o foguete, esperando encontrar os códigos segredos para identificar seu local de fabricação. O processo pode levar até 18 meses.

    Mais:

    Caça furtivo chinês J-20 surge modernizado com novos motores WS-10A (VÍDEO)
    Coreia do Norte anuncia teste de míssil hipersônico Hwasong-8
    Força Aérea dos EUA diz estar com 'foco total' na crescente assertividade da China no Pacífico
    Caça da Rússia intercepta avião de reconhecimento dos EUA sobre o mar Negro
    Tags:
    Reino Unido, Segunda Guerra Mundial, nazismo, Alemanha, foguete
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar